Correio de Carajás

Parceria entre Susipe e Sinduscon vai oferecer trabalho a detentos

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com o objetivo de firmar parcerias para oferecer oportunidades de trabalho para detentos custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), o secretário Extraordinário para Assuntos Penitenciários, Jarbas Vasconcelos, se reuniu na manhã desta terça-feira (21) com representantes do Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon). Com a presença do diretor de Reinserção Social, Ed Wilson Nascimento, e da diretora de Logística, Patrimônio e Infraestrutura, Kamila Costa, a reunião teve a apresentação de projetos de reinserção social desenvolvidos pela Susipe, além da estrutura do órgão. Os membros do Sinduscon se mostraram receptivos às propostas de parceria.

Alex Dias Carvalho, presidente do Sinduscon, ressaltou a importância de assumir o papel de protagonista em qualquer iniciativa que possa propiciar geração de novos negócios, aliado à responsabilidade social. “Nosso empresariado está cada vez mais determinado em poder atender essas demandas, por conta dos resultados que elas trarão, como a diminuição dos riscos sociais. Para nosso Sindicato, composto de pequenas e médias empresas, feitas por empresários e pessoas que aqui residem e criam os filhos, é importante esse engajamento, porque são eles que vão dar continuidade a esse trabalho. Queremos que o Estado do Pará seja um ambiente socioeconômico mais seguro e tranquilo, com qualidade de vida. Esta é uma parceria totalmente possível, que tem aderência nas nossas práticas. Estamos aqui para colaborar e estimular as ações de reinserção social, porque quem sai beneficiada é a sociedade paraense”, enfatizou.

De acordo com o diretor Ed Wilson Nascimento, o objetivo da reunião, realizada na sede da Susipe, em Belém, foi a construção de parcerias para viabilizar mão de obra carcerária para a indústria da construção civil. Prioritariamente, a parceria é destinada a empresas que, por licitação e contratos, executarão obras no sistema penal ou em outros órgãos de administração pública estadual. “Pessoas privadas de liberdade dentro do sistema penal, que após uma qualificação e realização de oficinas do ensino profissionalizante, serão encaminhadas para essas empresas, onde desenvolverão atividades laborativas na parceria com cada uma das empresas da construção civil”, informou. (Agência Pará)

Leia mais:

Mais

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Após boletim de ocorrência ter sido registrado na manhã desta sexta-feira (14), a adolescente de 13 anos Isabela Cruz Costa,…
Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

José Lúcio Barroso da Silva foi preso nesta sexta-feira (14) em cumprimento de mandado de prisão, pela Superintendência Regional do…
Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

A Polícia Civil prendeu Kamila Morais Alves, de 24 anos, por estelionato, nesta quinta-feira (13), em Parauapebas. A mulher emitia…
Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

As adolescentes Ana Clara Moraes de Souza e Isabela Cruz Costa estão desaparecidas desde a manhã da quinta-feira (13). As…
Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…