Correio de Carajás

Parauapebas: UFRA suspende as aulas por causa da greve dos caminhoneiros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) suspendeu as aulas em todos os campi da instituição em decorrência da greve dos caminhoneiros, que entrou no oitavo dia hoje, segunda-feira (28). Com isso, estão sem aulas os alunos de Parauapebas, Paragominas, Belém, Capanema, Capitão Poço e Tomé-Açu.

De acordo com a instituição, o Calendário Acadêmico será ajustado assim que todas as atividades retornem à normalidade para que não haja prejuízos aos discentes. “A suspensão das aulas deve-se à paralisação dos caminhoneiros que ocasionou desabastecimento de combustível, afetando a região metropolitana de Belém e demais municípios do Estado do Pará, dificultando o deslocamento de discente, docente e técnicos de educação para os campi”, diz o comunicado assinado pela reitoria.

As demais atividades, no entanto, deverão permanecer funcionando normalmente. “A Reitoria recomenda aos gestores que

Leia mais:

A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) suspendeu as aulas em todos os campi da instituição em decorrência da greve dos caminhoneiros, que entrou no oitavo dia hoje, segunda-feira (28). Com isso, estão sem aulas os alunos de Parauapebas, Paragominas, Belém, Capanema, Capitão Poço e Tomé-Açu.

De acordo com a instituição, o Calendário Acadêmico será ajustado assim que todas as atividades retornem à normalidade para que não haja prejuízos aos discentes. “A suspensão das aulas deve-se à paralisação dos caminhoneiros que ocasionou desabastecimento de combustível, afetando a região metropolitana de Belém e demais municípios do Estado do Pará, dificultando o deslocamento de discente, docente e técnicos de educação para os campi”, diz o comunicado assinado pela reitoria.

As demais atividades, no entanto, deverão permanecer funcionando normalmente. “A Reitoria recomenda aos gestores que tenham compreensão e sensibilidade a possíveis atrasos ou ausências de servidores docentes e técnicos por conta da descontinuidade de alguns serviços que atingem toda a população. A Reitoria se manterá em contínua avaliação da situação, e, se necessário, tomará outras providências referentes a manutenção da suspensão das aulas ou às atividades administrativas”.

Por fim, a universidade recomenda à comunidade acadêmica que acompanhe as informações oficiais divulgadas no portal da Ufra e por outros meios oficiais sobre o desenrolar da situação. Ao final da tarde de hoje, será realizada nova avaliação da situação e emitido novo comunicado.

Já a Universidade do Estado do Pará (Uepa) suspendeu as aulas, enquanto, apenas no campi de Castanhal, no nordeste paraense. Em relação aos campi de Marabá, Redenção, Santarém, Moju e Cametá a situação local será analisada na manhã de hoje (segunda).  Já no campus de Igarapé-Açu, as atividades seguem normalmente.

As Universidades Federal do Pará (UFPA) e Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) não sinalizaram suspensão das aulas até o momento. (Luciana Marschall)

tenham compreensão e sensibilidade a possíveis atrasos ou ausências de servidores docentes e técnicos por conta da descontinuidade de alguns serviços que atingem toda a população. A Reitoria se manterá em contínua avaliação da situação, e, se necessário, tomará outras providências referentes a manutenção da suspensão das aulas ou às atividades administrativas”.

Por fim, a universidade recomenda à comunidade acadêmica que acompanhe as informações oficiais divulgadas no portal da Ufra e por outros meios oficiais sobre o desenrolar da situação. Ao final da tarde de hoje, será realizada nova avaliação da situação e emitido novo comunicado.

Já a Universidade do Estado do Pará (Uepa) suspendeu as aulas, enquanto, apenas no campi de Castanhal, no nordeste paraense. Em relação aos campi de Marabá, Redenção, Santarém, Moju e Cametá a situação local será analisada na manhã de hoje (segunda).  Já no campus de Igarapé-Açu, as atividades seguem normalmente.

As Universidades Federal do Pará (UFPA) e Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) não sinalizaram suspensão das aulas até o momento. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…