Correio de Carajás

Parauapebas: Sentimento de gratidão é depositado no Manto de Nossa Senhora

Maria da Conceição atribui à Nossa Senhora de Nazaré a saúde restabelecida/ Imagens: Mateus Cirilo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A apresentação do Manto representa um momento de fé para a comunidade católica durante a programação do Círio de Nazaré. Em Parauapebas, a responsável pela confecção do manto é a costureira e devota Maria da Conceição dos Santos que se comprometeu a produzir a peça. A promessa se deu após ser desenganada e atribuir a cura à Nossa Senhora. 

A devota concedeu entrevista ao Correio de Carajás na tarde desta segunda-feira (19), revelando que o manto está pronto para ser apresentado na sexta-feira (23), às 18h, na missa de troca do manto da santa, na Igreja São Francisco.

“Comecei a fazer o manto em maio e agora que ele ficou pronto. É muita emoção para mim fazer o manto, aguardo ansiosa a hora de apresentar meu trabalho”. Mesmo diante da ansiedade a devota manteve o segredo e não revelou o desenho bordado. Ela ressaltou ter sido todo bordado à linha com miçangas, pérolas e cristais, trazidas de São Paulo exclusivamente para esta finalidade.

Leia mais:

O tema do Círio deste ano é “Maria de Nazaré auxílio dos que sofrem” e foi levado em consideração por Conceição na confecção do artefato. “Neste momento de pandemia a peça será baseada no sofrimento vivido pelas pessoas”, destaca.

Maria releva que ainda não está muito bem de saúde, motivo que a fez bordar o manto aos poucos, mas garante que enquanto tiver saúde e força fará o manto como forma de agradecimento e pela cura recebida. 

O designer dos mantos é feito por Emanoel França, neto de Conceição. A avó, orgulhosa, classifica o trabalho de quatro mãos como uma linda parceria.    

Cura

A devota descreve o voto de fé: “Durante o ano de 2018 inteiro estive doente, com problema de rins, e foi preciso fazer uma cirurgia. Ainda precisei esperar mais três meses para me recuperar de uma anemia. Então pedi à Nossa Senhora que se eu voltasse para minha casa andando, enquanto eu tivesse vida e minha vista conseguisse, eu daria todos os anos o manto a ela. Esse é o meu trabalho, doar o manto pagando a minha promessa”.

Dona Conceição emociona-se ao relembrar o momento da doença e da cura. “Não tenho palavras para falar o que sinto ao fazer o manto, quando você coloca sua vida nas mãos da Nossa Senhora e recebe a graça é uma emoção muito grande, é um privilégio. Eu consegui fazer tudo isso com as minhas mãos, eu não tinha mais esperança, estava desenganada, também tenho problema do coração e hoje estou aqui contando minha história, curada. Eu devo tudo isso à Nossa Senhora”, diz.

A devota garante que a fé é muito grande e defende que quando se acredita no milagre “você o recebe”. Como manifestação de fé, ela já bordava todos os anos o manto para a imagem da própria casa, em homenagem prestada na varanda, quando no dia da procissão as imagens dos fiéis são expostas em frente às casas. (Theíza Cristhine/Colaboração de Núbia Mara)

Mais

79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

Pesquisa realizada pela União Brasileira de Compositores (UBC) junto a compositoras, intérpretes, musicistas, produtoras fonográficas e técnicas, não necessariamente associadas…
Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com outras instituições de pesquisa constatou uma transmissão mais frequente…
Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

As forças de segurança seguem fiscalizando o cumprimento do Decreto Municipal nº 184/2021, que permite a reabertura de bares no…
Nascidos em setembro recebem até esta segunda (10) Renda Pará R$ 500

Nascidos em setembro recebem até esta segunda (10) Renda Pará R$ 500

O Renda Pará R$ 500 paga, até esta segunda-feira (10), o auxílio aos beneficiários que nasceram no mês de setembro,…
Crescem apelos na Índia por lockdown nacional

Crescem apelos na Índia por lockdown nacional

As infecções e mortes por covid-19 na Índia ficaram próximas das altas diárias recordes nesta segunda-feira (10), aumentando os apelos para…
Parauapebas: Aniversariante de cofres cheios e muita gente à míngua

Parauapebas: Aniversariante de cofres cheios e muita gente à míngua

A diarista Maria Diná da Silva, de 58 anos, costuma sair do Bairro Nova Vitória e caminhar até 10 quilômetros…