Correio de Carajás

Parauapebas: Novo decreto suspende feiras livres e mercado municipal por cinco dias

Foto: Ascom PMP
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Prefeitura de Parauapebas publicou novo Decreto Municipal (N° 517), nesta quarta-feira (29), assinado pelo prefeito Darci Lermen, alterando a publicação do dia 23 de março, que declarou Estado de Calamidade Pública e tratava de medidas para prevenção ao coronavírus.

Pelo novo texto, está suspensa a realização de trabalho presencial na prefeitura de Parauapebas até o dia 8 de maio. O comércio permanece fechado, com exceção para o funcionamento de serviços considerados essenciais, dentre eles açougues, panificadoras, supermercados, agências bancárias, casas lotéricas, caixas eletrônicos, clínicas de atendimento na área da saúde, laboratórios, farmácias, consultórios veterinários, postos de combustíveis e serviços de transporte.

Já as feiras livres e o mercado municipal estão com o funcionamento proibido dentre os dias 4 e 10 de maio, para que sejam melhoradas as medidas sanitárias. Os feirantes e militares, entretanto, terão garantida a inserção no programa municipal de transferência de recursos Gira Renda.

Leia mais:

Pico da pandemia

O decreto destaca um estudo, com a colaboração do professor doutor Rafael da Silva Fernandes, da Universidade Rural da Amazônia (UFRA), avaliando que em 7 de maio a capacidade de resposta do Sistema de Saúde estará suplantada mediante a projeção de um pico 7.777 em 6 de junho.       

O documento cita a necessidade de intensificação do cumprimento das medidas e da importância de se evitar a aglomeração que contribui para a disseminação da doença. Destaca ainda que todos os hospitais públicos de Belém estão saturados, não havendo mais vagas para atender os doentes em meio à pandemia, conforme anúncio do dia 26 de abril pelo prefeito da capital.

O risco da saúde pública no contexto da Covid-19 em Parauapebas, conforme avaliou o comitê técnico da Covid-19, recomenda a manutenção das medidas de isolamento atualmente em vigor e que seja reforçada à população parauapebense a importância de seguir as medidas de isolamento para que o Sistema de Saúde de Parauapebas (Rede SUS e privada) concluam a disponibilização de mais leitos. (Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…