Correio de Carajás

Parauapebas está com falta de vacinas

Quem procura determinadas vacinas nos postos de saúde de Parauapebas está perdendo tempo, uma vez que há parte delas em falta e outra em estoque bastante reduzido. É caso da pentavalente, ministrada para crianças aos dois, quatro e seis meses de idade. A vacina está em falta desde o mês de junho.

Já em relação à vacina contra o rotavirus, também para crianças de dois e quatro meses, há poucas unidades. Segundo a coordenadora de imunobiológicos da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas, a falta se deve ao recolhimento de lotes da vacina e à redução das doses distribuídas aos municípios pelo Ministério da Saúde.

Além da rotavirus e da pentavalente, vacinas como a da febre amarela, oral poliomielite e meningite estão com estoque baixo e, mesmo com a previsão da chegada de doses de algumas dessas, é difícil dizer quando o atendimento será normalizado.

Leia mais:

Quem tem filhos em idade de cobertura vacinal deve ficar atento porque as crianças que ainda não receberam nenhuma dose das vacinas devem receber cuidados especiais. Confira mais detalhes na reportagem do Fala Cidade Parauapebas.

Quem procura determinadas vacinas nos postos de saúde de Parauapebas está perdendo tempo, uma vez que há parte delas em falta e outra em estoque bastante reduzido. É caso da pentavalente, ministrada para crianças aos dois, quatro e seis meses de idade. A vacina está em falta desde o mês de junho.

Já em relação à vacina contra o rotavirus, também para crianças de dois e quatro meses, há poucas unidades. Segundo a coordenadora de imunobiológicos da Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas, a falta se deve ao recolhimento de lotes da vacina e à redução das doses distribuídas aos municípios pelo Ministério da Saúde.

Além da rotavirus e da pentavalente, vacinas como a da febre amarela, oral poliomielite e meningite estão com estoque baixo e, mesmo com a previsão da chegada de doses de algumas dessas, é difícil dizer quando o atendimento será normalizado.

Quem tem filhos em idade de cobertura vacinal deve ficar atento porque as crianças que ainda não receberam nenhuma dose das vacinas devem receber cuidados especiais. Confira mais detalhes na reportagem do Fala Cidade Parauapebas.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.