Correio de Carajás

Parauapebas: Criminosos aplicam golpes por WhatsApp e em sites

Delegado Felipe Oliveira: “O golpe de WhatsApp clonado tem sido muito frequente”
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Polícia Civil de Parauapebas alertou, nesta quarta-feira (18), para golpes do WhatsApp clonado e do falso intermediador de vendas na Internet. O delegado Felipe Oliveira, por meio do Correio de Carajás, pede que a população fique atenta a estes crimes que já são recorrentes na cidade e devem aumentar nessa época de final de ano. “Quase que diariamente, vítimas desses golpes procuram a polícia e, no final de ano, com o décimo terceiro, estes golpes tendem a crescer”, detalha o delegado.

No intuito de impedir que mais parauapebenses sejam vítimas desses crimes, Felipe faz orientações. “O golpe de WhatsApp clonado tem sido muito frequente, evite clicar em links de números desconhecidos, mas caso isso aconteça, é preciso informar através do e-mail do WhatsApp imediatamente, o aplicativo da vítima será temporariamente desativado”, explica.

Uma vítima que prefere não se identificar narrou à reportagem ter levado um prejuízo de R$ 1.500. “Clonaram o WhatsApp da corretora de imóveis que aluga meus apartamentos, então selecionaram alguns contatos, e se passando por mim pediram dinheiro, sete pessoas caíram no golpe”, relatou, acrescentando que por terem negócios juntas não desconfiou de nada.

Leia mais:

Já sobre os golpes de vendas em sites como a OLX e o Mercado Livre, cita o delegado, as pessoas devem obter o máximo de informações. “Suspeite de preços muito atrativos, somente finalize compras, no caso de veículo ou objetos de valor, presencialmente, diretamente com a pessoa, sem a interferência de uma terceira pessoa, ou transferência para contas de terceiros”, detalha. As vítimas devem registrar o Boletim de Ocorrência (B.O).

Preso

No dia 2 de novembro deste ano, Nazareno Borges Leitão, de 41 anos, foi preso em Parauapebas, suspeito de tentar aplicar um golpe em um policial militar, que havia colocado à venda, no site OLX um colar no valor de R$ 17 mil. Nazareno interessou-se pelo objeto, avisou o proprietário e enviou um falso comprovante de depósito, mas que foi descoberto a tempo. Depois da prisão, outras vítimas o reconheceram como golpista.

Cartilha

Uma cartilha alertando para golpes na internet foi produzida pela Polícia Civil para ajudar a barrar os crimes de estelionato que têm se propagado no mundo virtual, principalmente neste período em que mais pessoas utilizam a Internet em meio à pandemia do novo coronavírus. O documento com um total de 18 páginas, com várias dicas de prevenção e segurança, foi lançado e está disponível neste link. (Theíza Cristhine e Ronaldo Modesto)

Mais

Assaltante de banco foragido de Goiás é preso em Conceição do Araguaia

Assaltante de banco foragido de Goiás é preso em Conceição do Araguaia

Um homem acusado de envolvimento em assaltos de agências bancárias no Estado de Goiás foi preso pela Polícia Civil na…
Mulher é acusada de exercer advocacia ilegalmente

Mulher é acusada de exercer advocacia ilegalmente

Uma mulher foi detida em Conceição do Araguaia, no sul do Pará, acusada de exercer ilegalmente a advocacia. O fato…
Assaltante atuante em três municípios é preso

Assaltante atuante em três municípios é preso

Foi preso Marcos Ferreira Farias, de 19 anos, em um posto policial da Rodovia PA-275, no município de Eldorado do…
Mãe quer solução para morte do filho

Mãe quer solução para morte do filho

  Foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, nesta segunda-feira (17), o corpo de Marcos André Sousa Cardoso,…
Ocupantes de carro que capotou estavam embriagados

Ocupantes de carro que capotou estavam embriagados

Uma das ocupantes do veículo Volkswagen Gol que caiu da ponte do Rio Tocantins, em Marabá, neste final de semana,…
Corpo pode ser de jovem forçada a gravar “confissão”

Corpo pode ser de jovem forçada a gravar “confissão”

Um corpo não identificado foi encontrado às margens de um córrego no Jardim Liberdade, loteamento do município de Tailândia. Pela…