Correio de Carajás

Parauapebas: Com obrigatoriedade do uso de máscaras, saiba como usar corretamente as de tecido

Foto: Theiza Cristhine
Foto: Theiza Cristhine
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Máscaras de tecido têm sido a opção de muitos parauapebenses no combate à Covid-19, uma vez que o acessório de proteção é obrigatório na cidade em locais públicos.

Após decreto instituindo a obrigatoriedade, a fabricação do item até se tornou renda extra para costureiras da cidade. Elas são consideradas eficientes, mas o médico Victor Franco de Azevedo alerta para a importância do uso adequado e higienização do item. 

O médico destaca que as máscaras realmente funcionam como uma barreira física contra o vírus. “Caso a pessoa saia na rua e precise ficar por mais de duas horas, deve levar uma máscara de tecido reserva e a outra deve ser guardada em saco plástico para ser higienizada posteriormente”, explica

Leia mais:

Sobre a higienização da peça, ele diz que ela deve ser deixada de molho na água sanitária por 30 minutos e depois ser bem enxaguada. “O risco de contaminação é muito alto, não adianta absolutamente nada colocar a máscara e ficar tocando na parte da frente ou de dentro da máscara, as mãos podem estar contaminadas e, a partir daí, contamina a via aérea”, detalha. 

A orientação do médico é que o usuário não retire a peça enquanto a utiliza em público, mesmo em casos de pessoas que tiram rapidamente para “aquela respiradinha”.

Victor Franco cita as orientações feitas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre o uso da peça feita de tecido, sendo vedado o compartilhamento do acessório. Mesmo com a proteção, a distância de mais de um metro de outra pessoa é recomendada. 

Para ter eficácia, o item também precisa estar nas medidas corretas de quem está utilizando, cobrindo totalmente a boca e nariz, não deixando espaços nas laterais. As mãos sempre devem ser lavadas antes de colocar e após retirar a máscara. 

As máscaras profissionais, feitas de material médico cirúrgico industrializado, devem ter seu uso dedicado aos profissionais de saúde e pacientes contaminados.

ORIENTAÇÕES DE USO DA MÁSCARA:

– Assegurar que a máscara está em condições de uso (limpa e sem rupturas).

– Fazer a adequada higienização da mão com água e sabonete ou com preparação alcoólica a 70%.

– Tomar cuidado para não tocar na máscara e caso ocorra o toque deve ser executada imediatamente a higienização das mãos.

– Cobrir totalmente a boca e nariz, sem deixar espaços nas laterais

LIMPEZA

A Anvisa recomenda evitar mais de 30 lavagens da máscara de tecido e ela deve ser lavada separadamente de outras roupas. Previamente, é importante lavar a peça com água corrente e sabão neutro e deixar de molho em uma solução de água com água sanitária de 20 a 30 minutos, em seguida enxaguar em água corrente. (Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

Venezuelanos acampados em praça recebem ‘ultimato’

A administração pública de Parauapebas trabalha para resolver a situação dos indígenas venezuelanos da etnia Warao, que estão acampados há…
Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Tião Miranda pede que Bolsonaro ajude a duplicar 3 rodovias em Marabá

Logo após a execução do Hino Nacional, no Parque de Exposições, nesta sexta-feira, dia 18, o prefeito de Marabá, Tião…
Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

Brasil aplica mais de 2,56 milhões de doses de vacina em 24 horas

O Brasil estabeleceu um novo recorde nesta quinta-feira (17) ao aplicar 2.561.553 doses de vacinas contra a covid-19 em 24…
Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Vereador de Marabá entrega título de Honra ao Mérito ao presidente Bolsonaro

Antes de iniciar seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro convidou para o palco o vereador Fernando Henrique, de Marabá, e…
Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Em Marabá, Bolsonaro exalta “propriedade sagrada” e critica o MST

Festejado por apoiadores em Marabá, que estiveram aos milhares acompanhando seus passos desde o desembarque no aeroporto local, o presidente…
Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Parauapebas começa a vacinar pessoas sem comorbidades a partir de 50 anos

Neste sábado (19) todas as unidades de saúde das zonas urbana e rural de Parauapebas abrem das 9 às 17…