Correio de Carajás

Pará: Mulheres têm mais empregos, mas ainda menores salários

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Entre janeiro e dezembro do ano passado, 2018, foram feitas em todo o Pará 272.549 admissões contra 257.263 desligamentos, gerando um saldo positivo de 15.286 postos de trabalhos. Destes, 79.854 admissões e 75.879 desligamentos foram apenas de postos de trabalho femininos, ou seja, um saldo positivo de 3.975 postos de trabalhos.

Os dados são do escritório regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que os divulgou em decorrência do Dia da Mulher, lembrado nesta sexta-feira (8). O estudo sobre a mulher no mercado de trabalho formal no Estado do Pará é baseado em dados oficiais do Ministério da Economia e o relatório traz o balanço sobre a flutuação de postos de trabalhos formais femininos por setores de atividades econômicas entre janeiro e dezembro do último ano, 2018.

Segundo análises do Dieese/PA, no ano anterior, 2017, a situação foi inversa. Entre janeiro e dezembro, foram feitas 73.600 admissões formais femininas, contra 77.106 desligamentos, gerando saldo negativo de 3.506 postos de trabalhos.

Leia mais:

Em 2018, aponta o estudo, a maioria dos Setores Econômicos do Estado apresentou recuo na geração de Empregos Formais Femininos, no comparativo entre admitidas e desligadas, com destaque para o Setor Comércio com a perda de 216 postos de trabalhos, seguido do Setor da Construção Civil com a perda de 62 postos de trabalhos; Setor da Indústria de Transformação com a perda de 60 postos de trabalhos; Setor Serviço Indústria e Utilidade Pública com a perda de 39 postos de trabalhos e do Setor da Administração Pública com a perda de 36 postos de trabalhos.

Acontece que no mesmo período, outros setores apresentaram saldos positivos, com destaque para o Setor Serviços. Apenas ele gerou 4.209 postos de trabalhos, responsável pelo saldo positivo alcançado. Foi seguido do Setor Extrativo Mineral com a geração de 101 postos de trabalhos e do Setor da Agropecuária com a geração de 78 postos de trabalhos.

A educação e capacitação, aponta a entidade, é a responsável pelo crescimento das vagas ocupadas por mulheres não apenas no Estado do Pará como também no restante do país. Dados oficiais do Ministério da Economia apontam que no último ano, por exemplo, de um total de 79.854 admissões formais femininas ocorridas no Pará, mais de 80% tinham escolaridade do Nível Médio Completo ao Superior Completo.

Quando analisado o rendimento delas, entretanto, o cenário ainda é decepcionante e elas continuam recebendo menos que eles para exercer o mesmo tipo de atividade. Em alguns locais e setores de ocupação, aponta o Dieese, a diferença salarial pode chegar a 40,00% entre homens e mulheres exercendo o mesmo tipo de serviço. (Luciana Marschall)

Mais

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Companhia de Trânsito de Tucuruí destrói mais de 100 kadrons

Como parte da programação do Maio Amarelo, mês dedicado à segurança no trânsito, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano…
É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

É falso tuíte afirmando que Pazuello viajou para os EUA com passaporte diplomático

Falso É falso o tuíte que afirma que o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, tenha recebido um passaporte diplomático…
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos

A Agência de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos autorizou a vacina contra covid-19 da Pfizer e da parceira…
Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Quase 9% das mulheres sofreram alguma violência sexual, diz IBGE

Pelo menos 8,9% das mulheres brasileiras já sofreram algum tipo de violência sexual na vida, segundo dados da Pesquisa Nacional da Saúde…
Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano…
Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…