Correio de Carajás

Pará investe em políticas públicas para garantir desenvolvimento sustentável nos municípios

O governador Helder Barbalho e o titular da Semas, Mauro Ó' de Almeida: carta a Joe Biden firma compromisso com defesa da Amazônia

MEIO AMBIENTE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Plano Estadual Amazônia Agora busca eficiência no uso da terra, investimentos em atividades ecoeficientes, regularização fundiária e combate ao desmatamento

No dia em que líderes mundiais debatem sobre o Clima, nesta quinta-feira (22), o Dia da Terra é marcado com proposições de metas para conter as mudanças climáticas e assegurar o desenvolvimento econômico sustentável. A Secretaria de Estado de Meio-Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas), por meio da Coordenadoria de Educação Ambiental, desenvolve vários projetos, desde ações de formação de agentes ambientais a oficinas de utilização de resíduos sólidos que contribuem com o planeta.

“Nossos projetos visam não só à melhoria da renda da população, mas também à conscientização sobre a redução e destinação adequada dos resíduos e ao fortalecimento das ações de sensibilização nos municípios paraenses. A educação ambiental caminha na direção da diminuição do desmatamento e redução do efeito estufa, pois somente através de atitudes conscientes é possível contribuir para o equilíbrio do ecossistema”, explica a gerente de programas e projetos de Educação Ambiental da Semas (Gpeam), Edira Vidal.

O Pará tem 47 municípios costeiros e a Semas atua diretamente nesses locais, através do Projeto de Educação Ambiental para a Zona Costeira Paraense, que tem como objetivo capacitar os gestores e técnicos dos 47 municípios, enfatizando as problemáticas da poluição hídrica nos rios da Amazônia e os descartes dos resíduos. “Destaco dois elementos (água e solo) como os mais infringidos pela ação do homem, que, consequentemente, necessitam da efetividade de ações mitigadoras que sensibilizem e transformem a visão distorcida de cuidar do meio ambiente. Ao se tratar de recursos naturais, esse questionamento é muito vasto e de certa forma complexo na medida do olhar de cada profissional. Recursos naturais como bem sabemos são os elementos que a natureza disponibiliza ao ser humano para sua sobrevivência, que interferem diretamente em sua construção econômica e social”, diz a coordenadora da Gpeam.

Leia mais:

AQUECIMENTO

O relatório do IPCC aponta que se o aquecimento global ultrapassar o limite de 2ºC estabelecido no Acordo de Paris, provavelmente as terras férteis se transformarão em desertos. As infraestruturas vão se desmoronar com o degelo do permafrost (tipo de solo encontrado na região do Ártico, constituído por terra, gelo e rochas permanentemente congelados), a seca e os fenômenos meteorológicos extremos colocarão em risco o sistema alimentar.

O secretário de Meio-Ambiente, Mauro O’de Almeida, fala da importância do alerta sobre a preservação dos recursos naturais e da urgência de uma nova consciência ambiental por parte da sociedade. “O Dia da Terra é a oportunidade que temos para refletir sobre estratégias para o desenvolvimento da bioeconomia na nossa região, para que a população seja engajada em novos modelos econômicos e culturais voltados para a sustentabilidade ambiental. A Semas vem atuando com o Plano Estadual Amazônia Agora, como uma das principais políticas ambientais em desenvolvimento na região”, disse o secretário.

COMPROMISSO

O Governo do Pará, em iniciativa de cooperação ao fortalecimento da agenda ambiental, enviou uma carta assinada pelo governador Helder Barbalho, com metas estabelecidas para melhorar o clima do planeta.

O documento também contou com o apoio de outros 23 estados do País. ” Hoje, a cúpula promovida, organizada e convocada pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou aquilo que a gente já vem falando desde o início do governo, que o tema mudanças climáticas veio para ficar. Eu acho que é uma oportunidade muito importante de reafirmação da agenda e de dizer que o Pará está contido neste contexto que é a visão contemporânea de todos os países, que nós precisamos verdadeiramente mudar a chave da economia mundial para que ela tenha um maior cuidado com o planeta, um maior cuidado com os recursos hídricos, com os recursos naturais de maneira geral, para que a gente possa se comprometer com os nossos filhos, com os nossos netos, com a geração futura por uma vida melhor”, reforçou o secretário de Meio-Ambiente.

O compromisso com o desenvolvimento sustentável inspirou o governo do estado a sediar em Belém o Fórum Mundial da Bioeconomia, que deixa pela primeira vez seu país-sede, a Finlândia, para ser realizado na região amazônica, de 18 a 20 de outubro.

AMAZÔNIA AGORA

Aumento da eficiência no uso da terra, captação de recursos de investidores para fomento de atividades ecoeficientes, incentivo à regularização fundiária e ambiental, além do enfrentamento ao desmatamento e aos incêndios florestais no Pará são os principais objetivos do Plano Estadual Amazônia Agora (PEAA), instituído pelo governador Helder Barbalho, por meio do decreto nº 941.

O PEAA valoriza e engloba ações que vão desde o fomento às boas práticas ambientais no uso adequado da terra, até a atualização e avanço de normas para conciliar desenvolvimento econômico e conservação ambiental. (Agência Pará)

Mais

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (6) em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia…
Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Em depoimento nesta quinta-feira (6) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, o ministro da Saúde, Marcelo…
Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

Teich diz que deixou cargo por falta de autonomia e por não aceitar cloroquina

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich disse nesta quarta-feira (5) em depoimento à CPI da Pandemia que deixou o governo…
Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Bolsonaro defende liberdade e cogita decreto de livre circulação

Em discurso hoje (5) em cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro falou sobre as manifestações ocorridas no 1º de…
Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Orçamento atende metade das necessidades da Defesa, diz ministro

Os recursos financeiros destinados à Defesa após o bloqueio de dotações orçamentárias para este ano são suficientes para custear apenas metade das…
Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

Helder se reúne com embaixador Russo em estratégia pela Sputnik V

A fim de ampliar as ações estratégicas para combater e prevenir o avanço da Covid-19 no Pará, o governador Helder…