Correio de Carajás

Pagamentos com cartões crescem 17% no primeiro trimestre

Foto: Marcello Casal Jr

ECONOMIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Aumento foi de 11,8% em comparação ao mesmo período do ano passado

As transações por cartões (crédito e débito) registraram um aumento de 17,3% nos valores movimentados no primeiro trimestre deste ano em comparação com 2020. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), os pagamentos totalizaram R$ 558,3 bilhões nos primeiros três meses do ano.

Os cartões de crédito responderam por R$ 335,9 bilhões desse volume, registrando um crescimento de 12,8% no período. Os cartões de débito foram responsáveis por uma movimentação de R$ 204,4 bilhões, uma alta de 19,7% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado. Enquanto os cartões pré-pagos tiveram a maior expansão percentual (150,3%) e foram o meio usado para fazer R$ 18 bilhões em pagamentos.

Em quantidade de transações, os cartões foram utilizados para realizar 6,5 bilhões de pagamentos nos primeiros três meses de 2021, um aumento de 11,8% em comparação ao primeiro trimestre do ano passado.

Leia mais:

Mudança de perfil

Segundo o presidente da Abecs, Pedro Coutinho, os dados mostram que houve um aumento do valor médio gasto em cada transação, com o aumento do uso de cartões para compras em estabelecimentos de setores como supermercados e bens duráveis.

O período de pandemia do novo coronavírus também se refletiu em um crescimento de 35,6% nas compras não presenciais, que chegaram a R$ 120 bilhões no período de janeiro a março deste ano. As compras remotas representam ainda 35% de todas as transações feitas por cartões de crédito. No primeiro trimestre de 2020 esse índice era de 29%.

Juros e inadimplência

O uso do cartão como método de financiamento registrou uma redução no período, com queda de 17,3% nas transações com crédito rotativo e aumento de 12,3% nos pagamentos sem juros.

A inadimplência ficou em 4,2% em março. O índice de pagadores em atraso era de 6,6% no mesmo mês do ano passado.

Previsões

A Abecs estima que o setor de cartões poderá crescer 19% neste ano, com a expectativa de uma recuperação econômica a partir do segundo semestre do ano. “Se a vacinação segue o ritmo, teremos um terceiro trimestre melhor do que o segundo e um quarto trimestre muito bom”, avaliou Coutinho. De acordo com ele, países onde a imunização da população está mais avançada já começam a ter melhora da atividade econômica.

Ele acredita que o auxílio emergencial também deverá melhorar a situação da economia. “O auxílio emergencial deve dar um fôlego à atividade econômica, mesmo com um valor e um número de pessoas muito menor do que o ano passado”, destacou. (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Três municípios fecham praias do Rio Araguaia, no sul do Pará

Três municípios fecham praias do Rio Araguaia, no sul do Pará

A chegada do veraneio tende a propiciar maior circulação de pessoas nas cidades da região sul do Estado, acarretando aglomerações,…
Uepa abre inscrições para novo processo seletivo

Uepa abre inscrições para novo processo seletivo

AUniversidade do Estado do Pará (Uepa) inicia nesta quarta-feira (16) as inscrições ao novo Processo Seletivo 2021 (Prosel 2021-2), para…
IBGE atualiza limites de municípios no mapa da Amazônia Legal

IBGE atualiza limites de municípios no mapa da Amazônia Legal

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje (16) o novo mapa da Amazônia Legal para 2020, com base…
Por que o dólar caiu, mas a gasolina e o diesel continuam subindo?

Por que o dólar caiu, mas a gasolina e o diesel continuam subindo?

O dólar vem se desvalorizando em relação ao real e acumula perdas de 3,74% em 2021 (de 4 de janeiro…
SAMU faz cerca de 700 atendimentos por mês em Marabá

SAMU faz cerca de 700 atendimentos por mês em Marabá

É difícil imaginar um acidente de trânsito com vítima e não lembrar de chamar o Serviço de Atendimento Móvel de…
Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial

Trabalhadores nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial

A partir desta quarta-feira (16), os trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos…