Correio de Carajás

Paciente de Parauapebas reclama por não ter acesso ao teste rápido

Jackeline diz que familiares não conseguem testes após avô ter sido internado
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Jaqueline Mesquita da Silva procurou o Portal Correio de Carajás nesta quarta-feira (27), alegando estar “indignada” por não conseguir fazer o teste rápido para a Covid-19 na rede municipal de Parauapebas, mesmo apresentando os sintomas.   

O pai de Jaqueline foi o primeiro a apresentar os sintomas e foi atendido no último dia 22, sexta-feira, e está internado no Hospital de Campanha. A filha alega que houve demora no atendimento ao pai. “Ele ficou o dia todo lá, fizeram vários exames nele, mas o teste mesmo não deu positivo, foi a tomografia que deu que o pulmão dele estava de 25% a 50%”.

Segundo ela, logo depois os familiares começaram a apresentar os mesmos sintomas. “Agora o que está acontecendo é que a minha avó tem 61 anos e está com todos os sintomas, a minha tia, os meus primos. Eu praticamente não estou com sintomas ainda porque fui ter contato com ele agora esses dias, mas está todo mundo indo procurar a rede do município, chega lá não tem vaga, não tem médico para fazer os exames”, reclama.

Leia mais:

Jaqueline alega que os familiares gostariam de se precaver para não acabarem internados. Os sintomas apresentados por eles são tosse, febre, dor de cabeça, dor no peito e nas costas.

O Correio de Carajás procurou a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a qual orientou como os pacientes devem proceder em casos suspeitos, como o de Jaqueline. Conforme o órgão, os testes rápidos realizados no Pronto Socorro do Hospital Geral de Parauapebas (HGP) e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) são para pessoas sintomáticas, que poderão realizar o exame também nas Unidades Polo: UBS Guanabara, UBS Jardim Canadá, UBS Liberdade 1 e UBS Minérios.

“Reforçando que somente quem tem um quadro sintomático, ou seja, pessoas que estão com tosse, com febre, falta de ar e com sintomas há, no mínimo, oito dias poderão fazer os exames, pois antes deste período, o resultado é negativo ou inconclusivo”, destacou a nota. A Semsa destaca, ainda, que muitos pacientes chegam ao atendimento com dois, três ou quatro dias, e são orientados a retornarem para suas residências, mantendo isolamento social.

Sobre o caso específico de Jaqueline, a Semsa orientou a procurar uma UBS Polo, perto da residência dela, mas destacou que lá ela passará por avaliação médica e, “conforme o quadro clínico, irá fazer o teste rápido”.

A orientação é para que o paciente, antes de recorrer à unidade de saúde, primeiro entre em contato com o Disk-Covid, para receber uma avaliação da equipe e, assim, evitar a sobrecarga no atendimento. O Disk-Covid oferece atendimento exclusivamente pelo whatsapp por meio do número (31) 98625-3239, que funciona 24 horas por dia e é gratuito.

Com relação ao quadro médico, a Prefeitura Municipal garante que todas as unidades estão com a equipe completa, porém, com o aumento pela procura, isso tem feito que o tempo de espera aumente.  (Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

 O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (1º) mais solidariedade com aqueles que sofrem com o vírus HIV, para garantir os…
Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

O brasileiro poderá ter um desconto na conta de luz de 100% graças a um projeto de lei que prevê…
Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Trabalhadores nascidos em dezembro têm, de hoje (1º) até 31 de dezembro, para aderir ao saque-aniversário do Fundo de Garantia…
São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (1°) o terceiro caso da variante Ômicron no…
Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

O secretário de Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, disse, nesta quarta-feira (1º),que é possível que as vacinas sejam menos…
Foto de menino que encontrou árvore de Natal em lixão no Maranhão comove e viraliza

Foto de menino que encontrou árvore de Natal em lixão no Maranhão comove e viraliza

Um registro feito pelo fotógrafo João Paulo Guimarães no município de Pinheiro, a 333 km de São Luís, tem chamado…