Correio de Carajás

OAB denuncia tortura de detentos em presídio de Redenção

Foto: Ilustração
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – Seção Pará denuncia a tortura de detentos no presídio de Redenção, no sul do estado. Quatro dos 15 presos que teriam sido torturados já prestaram depoimento para a Polícia Civil. A OAB informou que vai acompanhar o depoimento de todos os presos.

O presidente da OAB na cidade, Marcelo Mendanha, acionou o Ministério Público do Estado (MPPA), que por meio da Promotoria de Justiça, compareceu no presídio para apurar o caso e constatou sinais de tortura nos presos. Um boletim de ocorrências foi registrado pela OAB.

“O delegado plantonista e superintendente procedeu a oitiva de quatro detentos, que foram submetidos a tortura, apuração de tortura. O delegado vai proceder a oitiva dos demais detentos, são outros 11, inicialmente identificados pelo promotor de justiça que fez a inspeção do presídio”, informou o representante da OAB.

Leia mais:

Segundo o advogado Marcelo Mendanha, os relatos são de agressões dos detentos que vieram de Belém, que foram os mesmos acusados de participarem da rebelião que ocorreu ano passado em Redenção. Segundo a OAB, os presos foram recebidos com agressões pelos agentes, que teriam usado algemas e cassetetes.

“Isso foi tudo constatado por exame de corpo de delito e também imagens registradas pelo próprio membro do Ministério Público”, afirmou ainda Mendanha.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou por repudia qualquer ato de tortura e maus-tratos. Por meio de nota, a secretaria informou ainda que a Ordem dos Advogados do Brasil ou qualquer outra autoridade não fez inspeção na unidade e que o Ministério Público local solicitou a diretor que 15 internos fizessem exames de corpo de delito.

Segundo a Seap, mesmo diante de denúncias infundadas de crime, o protocolo da secretaria é apresentar o preso o mais rápido possível para os exame de corpo delito. Havendo tortura, os culpados serão denunciados e, havendo calúnia, os responsáveis igualmente serão responsabilizados, informou a Seap. (Fonte:G1)

Mais

Assaltante de banco foragido de Goiás é preso em Conceição do Araguaia

Assaltante de banco foragido de Goiás é preso em Conceição do Araguaia

Um homem acusado de envolvimento em assaltos de agências bancárias no Estado de Goiás foi preso pela Polícia Civil na…
Mulher é acusada de exercer advocacia ilegalmente

Mulher é acusada de exercer advocacia ilegalmente

Uma mulher foi detida em Conceição do Araguaia, no sul do Pará, acusada de exercer ilegalmente a advocacia. O fato…
Assaltante atuante em três municípios é preso

Assaltante atuante em três municípios é preso

Foi preso Marcos Ferreira Farias, de 19 anos, em um posto policial da Rodovia PA-275, no município de Eldorado do…
Mãe quer solução para morte do filho

Mãe quer solução para morte do filho

  Foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, nesta segunda-feira (17), o corpo de Marcos André Sousa Cardoso,…
Ocupantes de carro que capotou estavam embriagados

Ocupantes de carro que capotou estavam embriagados

Uma das ocupantes do veículo Volkswagen Gol que caiu da ponte do Rio Tocantins, em Marabá, neste final de semana,…
Corpo pode ser de jovem forçada a gravar “confissão”

Corpo pode ser de jovem forçada a gravar “confissão”

Um corpo não identificado foi encontrado às margens de um córrego no Jardim Liberdade, loteamento do município de Tailândia. Pela…