Correio de Carajás

Número de casos de sarampo no 1º semestre é o mais alto em 13 anos, diz OMS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O número de casos de sarampo registrados nos seis primeiros meses deste ano em todo o mundo é o mais alto desde 2006. A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou nesta segunda-feira (12) um relatório preliminar apontando que a incidência da doença triplicou em relação ao mesmo período do ano anterior.

O número de casos de sarampo vem aumentando desde 2016, de acordo com a organização. A OMS lista República Democrática do Congo, Ucrânia e Madagascar como os países que mais registraram casos da doença em 2019.

O relatório destaca também a eficácia das vacinas para controlar os surtos de sarampo que nos últimos meses atingiram Angola, Camarões, Chade, Cazaquistão, Nigéria, Filipinas, Sudão do Sul, Sudão e Tailândia.

Leia mais:

“O sarampo é quase totalmente evitável com duas doses da vacina, que é altamente eficaz e segura. São necessárias altas taxas de cobertura vacinal, por volta de 95% do país e das comunidades, para garantir que o sarampo não seja capaz de se espalhar.”

Surto de sarampo no Brasil

Entre 5 de maio e 3 de agosto, 907 casos de sarampo foram confirmados no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Os casos estão concentrados em três estados: São Paulo (901), Rio de Janeiro (5) e Bahia (1).

A epidemia de sarampo é um fenômeno global. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) mostram que, em 2017, a doença foi responsável por 110 mil mortes.

Este ano, ainda segundo as entidades, casos notificados no mundo cresceram 300% nos primeiros três meses em comparação com o mesmo período de 2018.

O Brasil, diz o Ministério da Saúde, vinha de um histórico de não registrar casos autóctones (adquiridos dentro do país) desde o ano 2000 – entre 2013 e 2015, ocorreram dois surtos, um no Ceará e outro em Pernambuco, a partir de casos importados.

Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar  — Foto: Infografia: Karina Almeida/G1
Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar — Foto: Infografia: Karina Almeida/G1

Quais são os sintomas do sarampo?

Os primeiros sintomas do sarampo são febre alta que dura por volta de uma semana e manchas avermelhadas na pele. Os sintomas aparecem entre 10 e 12 dias após o contato com o vírus e podem vir acompanhados de tosse persistente, irritação ocular, coriza e congestão nasal.

Há tratamento contra o sarampo?

Não existe tratamento específico para o sarampo. Para os casos sem complicação, é importante manter uma boa hidratação, suporte nutricional e diminuir a hipertermia. Quando o quadro se agrava e surgem, por exemplo, diarreia, pneumonia e otite média, essas situações devem ser tratadas, normalmente, com o uso de antibioticoterapia.

No caso de crianças acometidas pela enfermidade, a OMS recomenda a administração de vitamina A, a fim de reduzir a ocorrência de casos graves e fatais.

(Fonte: G1)


Comentários

Mais

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Mudanças na Transamazônica começam a funcionar nesta sexta-feira (6)

Os motoristas que trafegam pela rodovia Transamazônica poderão utilizar as mudanças das novas rotas já nesta sexta-feira (6). As equipes…
Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

Pará recebe mais uma remessa de vacina contra a Covid-19 nesta quinta-feira (5)

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (5), mais 97.110 doses da vacina Pfizer. Esta é a 52º remessa que…
MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

MP diz que Sérgio Hondjakoff era mantido em cárcere privado em clínica, ator nega

O ator Sérgio Hondjakoff, de 37 anos, conhecido por fazer o personagem Cabeção em “Malhação”, da TV Globo, estava entre os internos…
Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

Biomédica que ajudou a sequenciar DNA do coronavírus é homenageada com boneca

A biomédica brasileira Jaqueline Góes de Jesus foi uma das cientistas escolhidas pela fabricantes de brinquedos Mattel para ser homenageada…
Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

Transformação digital é desafio do MEC com volta de aulas presenciais

O secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC) Victor Godoy Veiga afirmou hoje (5) que o retorno às aulas presenciais nas escolas públicas de todo o país…
Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

Butantan recebe matéria-prima para 8 milhões de doses de vacina

O Instituto Butantan recebeu, hoje (5), mais 4 mil litros de insumo farmacêutico ativo (IFA), o suficiente para produzir cerca…