Número de homicídios dolosos aumentaram 2,2% Foto: Marco Ambrósio

O número de mortes violentas no país cresceu e chegou a 63.880 em 2017, de acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública nesta quinta-feira (9). O número representa um avanço de 2,9% na comparação com 2016, quando 62.517 pessoas foram mortas no país.

ALICERCE
FUTURO POSTAGEM

Para se ter uma ideia, o número representa uma média de 175 mortes por dia.

O número de assassinatos representa uma taxa de 30,8 por 100 mil habitantes, um aumento em relação aos 30,3 por 100 mil registrados no ano de 2016.

O Rio Grande do Norte lidera a estatística de mortes violentas, com 68 assassinatos para cada 100 mil habitantes. Em seguida, aparecem o Acre (63,9/100 mil) e o Ceará (59,1 a cada 100 mil).

Por outro lado, a menor taxa de assassinatos pertence a São Paulo, onde houve 10,7 mortes para cada 100 mil habitantes em 2017. Na segunda posição vem Santa Catarina (16,5) e, em seguida, o Distrito Federal (18,2).

Os homicídios dolosos, aqueles com a intenção de matar, totalizaram 55.900 no ano passado — um aumento de 2,9% na comparação com 2016. Já os latrocínios, que são os roubos seguidos de morte, chegaram a 2.460 em 2017 — recuo de 8,2% na comparação com 2016.

Confrontos com a polícia

Os dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam também que houve um aumento expressivo de mortes em intervenções policiais. Ao todo, 5.144 pessoas perderam a vida após confrontos com a polícia em 2017 — alta de 20% na comparação com 2016. O número representa uma média de 14 pessoas mortas por dia.

Ao mesmo tempo, 367 policiais morreram em 2017 — queda de 4,9% em relação a 2016. Significa que, em média, 1 policial civil ou militar foi assassinado por dia em 2017.

Mulher como alvo

O anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública também apontou que os crimes contra a mulher subiram em 2017. Os estupros totalizaram 60.018 — alta de 8,4% em relação a 2016.

O número de mulheres vítimas de homicídio cresceu 6,1% no ano passado, quando 4.539 pessoas do sexo feminino foram assassinadas.

Os feminicídios, assassinatos provocados apenas pelo fato de a vítima ser mulher, chegaram a 1.133 em 2017.

Por fim, quanto às agressões enquadradas na Lei Maria da Penha, ocorreram 221.238 registros de violência doméstica em 2017 (lesão corporal dolosa) — isso representa 606 casos por dia no Brasil. (Fonte:R7)

TH SITES HORIZONTAL
FUTURO HORIZONTAL
RADIO CORREIO HORIZONTAL
ROMANCE FAVORITA
DEPNEUS

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.