Correio de Carajás

Nathan Torquato é ouro no parataekwondo na estreia em Paralimpíadas

Nathan cumprimenta Homaed Elzayat, que se lesionou na semifinal/Foto: THOMAS PETER/Reuters

TÓQUIO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Semifinal que definiria adversário do brasileiro teve egípcio no departamento médico e russo desclassificado

Um desfecho improvável garantiu o ouro a Nathan Torquato na estreia do parataekwondo em Paralimpíadas. O brasileiro de 20 anos sagrou-se campeão da categoria até 61kg, classe K44, que inclui atletas com deficiência unilateral em um dos membros superiores, com vitória oficialmente classificada como interrupção do árbitro.

A semifinal que definiria o rival do brasileiro foi entre Homaed Elzayat, do Egito, e Daniil Sidorov, do Comitê Paralímpico Russo. No confronto o russo deu um golpe irregular no egípcio, que deixou a arena de maca, e foi desclassificado. A primeira informação era de que Elzayat havia sofrido uma concussão e não poderia voltar à disputa.

A World Taekwondo (WT) chegou a comunicar a vitória por W.O. à comissão técnica do Brasil, e as redes sociais da Confederação Brasileira de Taekwondo, inclusive, comemoraram antecipadamente o título em uma postagem.

Leia mais:

Cerca de 30 minutos depois, porém, a WT voltou atrás e informou à equipe brasileira que o golpe ilegal na verdade teria sido no pescoço e que o egípcio talvez tivesse condições de lutar. Homaed Elzayat, porém, a esta altura estava no hospital da Vila dos Atletas.

Elzayat até voltou à arena a tempo da disputa, mas sem condições de lutar. Se apresentou apenas para na sequência o árbitro oficialmente interromper o combate. Era o necessário para confirmar Nathan como campeão paralímpico na estreia do esporte no programa dos Jogos.

Nathan Torquato conquista o ouro no parataekwondo — Foto: THOMAS PETER/Reuter
Nathan Torquato conquista o ouro no parataekwondo — Foto: THOMAS PETER/Reuter

A campanha dourada de Nathan teve três outras vitórias. Na estreia, vitória tranquila sobre Parfait Hakizimana, do time de refugiados, por 27 a 4. Nas quartas ele atropelou o japonês Mitsuya Tanaka por 58 a 24. Na semifinal o triunfo foi sobre o italiano Antonino Bossolo por 37 a 34.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

Com gol contra, Remo vence Avaí em confronto de Leões pela Série B

No jogo entre os Leões Azul e da Ilha, melhor para o representante do Pará. Nesta quinta-feira (16), o Remo…
Flamengo e Grêmio duelam em busca de vaga na semifinal

Flamengo e Grêmio duelam em busca de vaga na semifinal

Em meio a uma polêmica sobre a presença de público nas arquibancadas do Maracanã, Flamengo e Grêmio se enfrentam nesta…
Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe nos Estados Unidos

Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe nos Estados Unidos

O brasileiro Gabriel Medina conquistou o Campeonato Mundial de Surfe pela terceira vez. A praia de Trestles, na Califórnia, foi tomada pela torcida…
Campanha por respeito à ciclofaixa ganha adesão

Campanha por respeito à ciclofaixa ganha adesão

Na manhã de sábado (11), em comemoração ao Dia do Ciclista, centenas de ciclistas se reuniram na campanha “Ciclofaixa é…
David Luiz é apresentado oficialmente pelo Flamengo

David Luiz é apresentado oficialmente pelo Flamengo

O zagueiro David Luiz foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira (13) como novo reforço do Flamengo. O jogador de 34 anos…
Mulheres “invadem” Praça São Francisco

Mulheres “invadem” Praça São Francisco

Já pensou em criar hábitos saudáveis e se exercitar de uma forma diferente e divertida ao mesmo tempo? Em Marabá…