Correio de Carajás

“Não é sobre partidos”, afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Diante da cobrança de fãs pelo posicionamento dos artistas, algumas celebridades passaram a comentar sobre as consequências da pandemia no Brasil

O Brasil ultrapassou o número de 500 mil mortes por Covid-19 e a cantora Ivete Sangalo compartilhou uma postagem no Instagram lamentado a situação. Nas últimas semanas, artistas e fãs têm debatido nas redes sociais sobre a importância do posicionamento de pessoas influentes em meio à crise sanitária atual.

“Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade“, disse Ivete. Nos comentários, os fãs se dividiram entre elogiar a fala da cantora e fazer críticas sobre a falta de clareza do posicionamento, devido Ivete ter afirmado não ser “sobre partidos” e não ter feito críticas diretas a nenhuma figura política.

Claudia Leitte também desabafou nas redes sociais. “Cuidados diários. Máscaras. Vacina. Sigamos fazendo o ordinário. Deus há de fazer o extraordinário. E que Ele console o coração dos familiares e amigos dos 500.000 que perderam suas vidas”, escreveu. Recentemente, a cantora foi criticada após comentários no Altas Horas. Ao ser questionada por Serginho Groisman sobre o que lhe indignava no momento atual, a cantora se declarou “pacificadora” e não mencionou nenhum dos problemas sociais pelos quais o Brasil passa.

Leia mais:

Através de um vídeo publicado no Instagram, a cantora pediu desculpas pela resposta. “Mais do que um desabafo, era um momento em que eu precisava muito ter consciência do meu papel social. E eu não tive. Não sei por que cargas d ‘água eu dei uma resposta evasiva“, disse.

Ao falar sobre as 500 mil mortes, a apresentadora Eliana reforçou a irresponsabilidade no atraso da compra das vacinas. “Não são números, são pais, mães, filhos, avós, famílias que foram destruídas por decisões tardias, falta de vacina e estrutura. Dói saber que parte destas pessoas ainda poderiam estar aqui conosco, mas infelizmente foram arrancadas de seus lares pra nunca mais voltar. Sinto muito pelas perdas de amigos, pessoas próximas, de gente que não conheço mas sofro e lamento. Agora é rezar para que todos possam se vacinar o quanto antes para que vidas sejam preservadas. Usem máscaras, por favor!”.

Também destacando que não é apenas um número, Fátima Bernardes desabafou em seu Instagram. “São vidas, histórias, amores que se foram. Quanta dor! Quanto sofrimento! E pensar que muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas. Até quando? Não podemos olhar para esse número e achar que está tudo bem. Não está. Minha solidariedade a tantas famílias brasileiras”. A apresentadora Ana Maria Braga também lamentou através de um vídeo divulgado em seu perfil no Instagram. (O Povo)

Comentários

Mais

Covid-19: Anvisa diz que não há estudo conclusivo sobre 3ª dose

Covid-19: Anvisa diz que não há estudo conclusivo sobre 3ª dose

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou em comunicado hoje (23) que ainda não há evidências suficientes para uma…
ONS prevê cenário energético "sensível" até novembro

ONS prevê cenário energético "sensível" até novembro

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) revisou as previsões para o atendimento de energia ao Brasil até novembro e…
DJ Ivis pede perdão a Pamella Holanda em suposta carta lida pelo advogado do cantor

DJ Ivis pede perdão a Pamella Holanda em suposta carta lida pelo advogado do cantor

A cearense Pamella Holanda, vítima de agressões de DJ Ivis, revelou que o cantor enviou uma suposta carta, por meio do advogado, com um pedido de perdão.…
Rede estadual retoma aulas no início de agosto

Rede estadual retoma aulas no início de agosto

A redução do número de novos casos e de óbitos por Covid-19, bem como a adesão à vacinação contra o…
Clarice, a jovem que anda nua em Parauapebas, não está abandonada

Clarice, a jovem que anda nua em Parauapebas, não está abandonada

Uma cena comum em Parauapebas e que choca muita gente é a de uma mulher andando sem roupas pelas ruas…
Mãe pede ajuda para comprar cadeira de banho para o filho

Mãe pede ajuda para comprar cadeira de banho para o filho

Com grande parte do corpo atrofiado, conseguindo movimentar apenas uma das mãos e a cabeça, o jovem Handriw Rafael Vasconcelos…