Correio de Carajás

NA CHUVA: Pastor chorou depois que igreja desabou uma hora antes de reunião

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em entrevista exclusiva ao CORREIO DE CARAJÁS na tarde deste domingo, 19, o pastor Eron Batista, da Igreja Vida, disse que quando recebeu a notícia de que o prédio de seu templo, na Avenida Tocantins, em frente ao Sesi, havia desabado, ficou abalado e, ao mesmo tempo, deu glórias a Deus porque só houve prejuízos materiais, sem que nenhuma vida tenha sido ferida.

O pastor informou que nas manhãs de domingo são realizadas a limpeza do templo e reunião com líderes de células (pequenos grupos que funcionam nas residências), e que os trabalhos iniciariam por volta de 9 horas. “Perdemos cerca de 120 cadeiras, equipamentos de som, ventiladores, computador e três centrais de ar condicionado de 30 mil BTUs cada e estrutura de vidro. “O dono está ciente e estamos agora aguardando o laudo do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Ainda hoje faremos Boletim de Ocorrência na Polícia Civil”.

Ele revelou que o prédio é alugado, mas que passou por reforma há poucos dias, com melhorias no sistema elétrico, pintura, entre outros, e que não havia nenhum sinal de rachadura em paredes ou piso. “Eu chorei muito nesta manhã. Não exatamente pela perda de patrimônio da igreja, mas porque Deus concedeu livramento aos seus filhos que iriam para reunião hoje, às 9 horas, uma após o desabamento”.

Leia mais:

Pastor Eron Batista avisou que por conta do sinistro, boa parte dos membros vai ficar se reunindo nos lares. Hoje, inclusive, o culto da noite será realizado na garagem da casa de uma família no Bairro Novo Horizonte. “Hoje é dia de livramento e vamos agradecer a Deus por isso”, adianta o pastor.

Apesar de esperar o laudo oficial, o pastor não descarta a possibilidade de uma construção ao lado ter causado o desabamento do prédio de sua igreja, uma vez que estaria sendo construído um estacionando no subsolo e os proprietários teriam escavado cerca de dois metros de profundidade. Com a chuva, teria ocorrido erosão, causando danos à estrutura do prédio que abriga o templo religioso. (Ulisses Pompeu)

Em entrevista exclusiva ao CORREIO DE CARAJÁS na tarde deste domingo, 19, o pastor Eron Batista, da Igreja Vida, disse que quando recebeu a notícia de que o prédio de seu templo, na Avenida Tocantins, em frente ao Sesi, havia desabado, ficou abalado e, ao mesmo tempo, deu glórias a Deus porque só houve prejuízos materiais, sem que nenhuma vida tenha sido ferida.

O pastor informou que nas manhãs de domingo são realizadas a limpeza do templo e reunião com líderes de células (pequenos grupos que funcionam nas residências), e que os trabalhos iniciariam por volta de 9 horas. “Perdemos cerca de 120 cadeiras, equipamentos de som, ventiladores, computador e três centrais de ar condicionado de 30 mil BTUs cada e estrutura de vidro. “O dono está ciente e estamos agora aguardando o laudo do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Ainda hoje faremos Boletim de Ocorrência na Polícia Civil”.

Ele revelou que o prédio é alugado, mas que passou por reforma há poucos dias, com melhorias no sistema elétrico, pintura, entre outros, e que não havia nenhum sinal de rachadura em paredes ou piso. “Eu chorei muito nesta manhã. Não exatamente pela perda de patrimônio da igreja, mas porque Deus concedeu livramento aos seus filhos que iriam para reunião hoje, às 9 horas, uma após o desabamento”.

Pastor Eron Batista avisou que por conta do sinistro, boa parte dos membros vai ficar se reunindo nos lares. Hoje, inclusive, o culto da noite será realizado na garagem da casa de uma família no Bairro Novo Horizonte. “Hoje é dia de livramento e vamos agradecer a Deus por isso”, adianta o pastor.

Apesar de esperar o laudo oficial, o pastor não descarta a possibilidade de uma construção ao lado ter causado o desabamento do prédio de sua igreja, uma vez que estaria sendo construído um estacionando no subsolo e os proprietários teriam escavado cerca de dois metros de profundidade. Com a chuva, teria ocorrido erosão, causando danos à estrutura do prédio que abriga o templo religioso. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Mais

Butantan recebe insumos para 5 milhões de doses da CoronaVac

Butantan recebe insumos para 5 milhões de doses da CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu, na manhã desta segunda-feira (19), mais 3 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima para…
Pará registra 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes

Pará registra 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes

O Pará registrou, neste domingo (18), um total de 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes. De acordo com o…
Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

O xokleng é uma língua falada apenas por uma comunidade indígena no Vale do Alto Itajaí, na região central de…
Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

A Divisa (Divisão de Vigilância Sanitária) de Marabá recebeu denúncia anônima de suposto envasamento inapropriado de gás oxigênio para fins…
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…