Correio de Carajás

Multidão faz fila na Defesa Civil de Marabá para garantir auxílio-enchente

Moradores atingidos pela cheia vão em busca do programa Recomeçar/ Fotos: Evangelista Rocha

Depois do Decreto do programa “Recomeçar” anunciado pelo governador do estado do Pará, Helder Barbalho, na noite desta quinta-feira (13) que vai ofertar R$ 1.212,00 para cada família atingida pela enchente no município de Marabá, uma fila enorme começou a se formar em frente à sede da Defesa Civil, na Velha Marabá.

O governador informou que o cadastro seria feito pela Defesa Civil, depois enviado ao Banpará, que fará o pagamento a cada família. O tumulto foi generalizado em frente à sede da Defesa Civil. A Reportagem do Correio esteve no local por volta de 11 horas e contabilizou mais de 200 pessoas em uma fila gigantesca, em busca do cadastro para terem direito ao dinheiro.

Os funcionários do órgão foram pegos de surpresa.

Leia mais:

Moradora da Rua Quintino Bocaiuva, Bairro Francisco Coelho no Núcleo Marabá Pioneira, Ciramar Rocha foi atrás do auxílio do Estado. “Ouvimos pelas redes sociais e jornais que o governador vai dar essa ajuda de custo e que a gente tinha que vim até a Defesa Civil para fazer o cadastro para receber”.

Ciramar soube do benefício pelas redes sociais e também foi atrás

Esta é a mesma situação de Edilza Vieira Costa, moradora da Travessa Mestre Olivio, Bairro Santa Rosa, Núcleo Velha Marabá. Ilhada dentro de casa e sem poder trabalhar, por ser autônoma que vende bebida na Orla de Marabá, ela foi em busca desse custeio ofertado pelo governo do Pará. “Viemos correndo para a Defesa Civil e depois ir na Secretaria de Assistência Social, disse ela”.

Edilza ao saber desse auxílio foi direto em busca desse direito

E para surpresa de Karen Bicho, assistente administrativo da Defesa Civil de Marabá, não foi passada nenhuma informação para eles sobre como iam fazer para cadastrar os cidadãos afetados pela enchente, pois a prioridade é cadastro para as famílias que precisam de mudança de suas casas para os abrigos.

Entramos em contato com o Secretário Regional do Sudeste do Pará, João Chamon Neto, que informou como irá funcionar a distribuição dessa renda extra para as populações. A Defesa Civil vai continuar a cadastrar os que ainda não têm registro no órgão.

Na fase seguinte, as informações serão repassadas para a Defesa Civil estadual, que por sua vez repassará os dados ao Banpará para liberação dos recursos. “Esse processo deve demorar alguns dias, não será de imediato”, garantiu. (Henrique Garcia)

Comentários

Mais

Veja os voos que ficaram mais caros para viajar nas férias de julho

Veja os voos que ficaram mais caros para viajar nas férias de julho

Viajar de avião nas férias de julho ficou mais caro do que antes da pandemia para muitos lugares, principalmente para o…
Planos de saúde poderão subir até 15,5%; é o maior reajuste já aprovado

Planos de saúde poderão subir até 15,5%; é o maior reajuste já aprovado

Após um inédito reajuste negativo no ano passado, os planos de saúde individuais ou familiares poderão subir até 15,5% este ano.…
Lei que amplia Prouni para estudantes de escolas privadas é sancionada

Lei que amplia Prouni para estudantes de escolas privadas é sancionada

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou a Lei 14.350/2022 que amplia o acesso ao Programa Universidade para Todos (Prouni) para alunos…
Pesquisa descobre pirâmides da era pré-colonial na Amazônia

Pesquisa descobre pirâmides da era pré-colonial na Amazônia

Pesquisadores da Alemanha descobriram “cidades” na Amazônia da Bolívia que datam da era pré-colonial. O achado, inédito, foi descrito em um estudo publicado na revista “Nature”…
No 4º dia de greve, prefeito Tião Miranda garante se reunir com os três sindicatos

No 4º dia de greve, prefeito Tião Miranda garante se reunir com os três sindicatos

“Trabalhador na rua, Tião a culpa é sua”, foram os gritos dos manifestantes ao prefeito de Marabá Tião Miranda, enquanto…
Asteroide de quase 2 km vai passar 'perto' da Terra amanhã

Asteroide de quase 2 km vai passar 'perto' da Terra amanhã

Um gigantesco asteroide com cerca de 1,8 km de diâmetro vai passar “relativamente perto” da Terra na próxima sexta-feira (27). Mas isso não…