Correio de Carajás

Mulheres são agredidas em Marabá e companheiros vão à delegacia

Dois casos foram registrados no Núcleo Cidade Nova e um na Nova Marabá / Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Três mulheres denunciaram seus companheiros por cometerem agressões físicas e verbais contra elas, levando-os à 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Marabá. Em uma das situações, o agressor estava embriagado.

Na quarta-feira (10), uma guarnição da Polícia Militar foi acionada via Núcleo Integrado de Operações (Niop) denunciando que uma mulher havia sido agredida fisicamente pelo companheiro na Folha 11, às 18 horas.

A denúncia informava ainda que a vítima estaria aguardando pela guarnição no Hospital Municipal de Marabá (HMM). No local, a mulher informou que em sua residência, seu companheiro, Ruy Pinto Pacheco, a xingou, empurrou, tomou o celular e ainda ameaçou pegar um facão para matá-la.

Leia mais:

Os militares foram até a casa e encontraram Ruy alcoolizado. Ele negou as acusações da mulher. O homem foi algemado e conduzido até a Depol, junto a vítima, para as devidas procedências.

Na madrugada desta quinta-feira (11), o segundo caso foi registrado no Bairro Jardim União. Policiais Militares receberam a informação, via Niop, de que uma mulher estava sendo agredida em via pública, na Rua Nelito, a 1h20.

No endereço, encontraram a vítima, que relatou ter levado um chute no rosto do seu companheiro, Mateus William de Alencar, após ele arrombar a porta da casa tentando entrar. O homem estava bêbado, razão pela qual a mulher não autorizou sua entrada.

Os policiais encontraram Mateus às proximidades, sem aparentar estar alcoolizado, e o mesmo negou as acusações da vítima. Ambos foram encaminhados para a Seccional para os procedimentos cabíveis.

Mais tarde, às 2h50, outra mulher foi ferida por aquele que devia ser seu protetor. A denúncia via Niop que chegou aos militares, dava conta de que a vítima fora agredida na Rua Miguel Basílio dos Santos, no Bairro Laranjeiras.

A vítima relatou que o companheiro, Orlando Paiva de Assis, lhe agrediu com puxões, empurrões e chutes, além de não permitir que ela entrasse na casa.

O homem explicou que estava tentando se defender da companheira durante a discussão, e que ela havia tentado lhe bater. O casal foi encaminhado para a delegacia. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Papagaio entoa um “socorro, ladrão“ e suspeito é preso

Papagaio entoa um “socorro, ladrão“ e suspeito é preso

Um caso inusitado foi registrado na região nordeste do Pará na manhã deste sábado (12). Um papagaio gritou pega ladrão,…
Passeata pedirá justiça para mortes de Vanuza e Jacsiane

Passeata pedirá justiça para mortes de Vanuza e Jacsiane

No próximo dia 29, haverá uma grande manifestação, a partir das 16h30, pedindo celeridade na investigação do assassinato de Vanuza…
Corpo de bombeiro desaparecido é achado em Ananindeua

Corpo de bombeiro desaparecido é achado em Ananindeua

Foi encontrado, na tarde desta sexta-feira (11), o corpo do bombeiro militar Allan Tadeu Neco Veira  em uma área de mata…
Garimpeiros atacam ônibus que transportava lideranças indígenas de Jacareacanga para Brasília

Garimpeiros atacam ônibus que transportava lideranças indígenas de Jacareacanga para Brasília

Na manhã da última quarta-feira, 9, um ônibus que transportava lideranças indígenas de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, para Brasília…
Jovem morta em acidente será sepultada em Tucuruí

Jovem morta em acidente será sepultada em Tucuruí

Foi trasladado na tarde desta sexta-feira (11) o corpo de Lindinês dos Santos Trindade para a cidade de Tucuruí, onde…
Bitrem atropela jovem que estava em motocicleta próximo ao Km 6

Bitrem atropela jovem que estava em motocicleta próximo ao Km 6

Por volta das 5h manhã desta sexta-feira (11), Lindinês dos Santos, 23 anos, perdeu a vida em um trágico acidente…