Foto: reprodução

A Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) divulgou no último mês não ter registrado um único crime de homicídio neste ano em Marabá. Infelizmente, este cenário pode ter mudado na tarde de hoje, quarta-feira (5).

[pro_ad_display_adzone id="528"]

Simone Aparecida Pereira, de 36 anos, acaba de morrer após ter sido esfaqueada em uma quitinete, na Folha 33, Quadra 29, na Nova Marabá. A mãe dela, Samara Lisboa, garante que o responsável pelas facadas foi Leandro Gomes Nascimento, o ex-companheiro da vítima, com quem tem dois filhos.

O morador da quitinete, amigo da família de Simone, concedeu a mesma informação aos policiais militares que atenderam à ocorrência, acionados por volta das 14 horas. O corpo ainda está no local, à espera da equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves para perícia na cena do crime e remoção do corpo.

Ao Correio de Carajás, Samara contou que a filha é moradora do Residencial Tocantins e havia saído do trabalho e ido visitar o amigo. Ela era contratada da Prefeitura Municipal de Marabá (PMM). A mãe acredita que a filha tenha sido morta por ciúmes do homem.

Para a Polícia Militar, Simone saiu do trabalho e foi seguida pelo ex-companheiro até o local. Não há informações, até o momento, sobre o paradeiro de Leandro. Mais detalhes na edição de amanhã do Jornal Correio. (Luciana Marschall – com informações de Josseli Carvalho)

 

[pro_ad_display_adzone id="530"]

DEIXAR COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui