Correio de Carajás

MS atrasa envio de medicamentos para síndromes raras e doenças oncológicas

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Ministério da Saúde está em dívida com a entrega de medicamentos para tratamento de pessoas com síndromes raras e doenças oncológicas. De acordo com o Departamento Estadual de Assistência Farmacêutica, o atraso ocasiona transtornos aos pacientes do Estado do Pará, já que estes componentes atendem a diversas patologias de casos extremamente críticos e graves, como pacientes renal crônico, transplantados, com hepatite C, esclerose múltipla e síndromes raras, como a síndrome de Guillain Barré.

A aquisição desses medicamentos é feita de forma centralizada pelo Ministério da Saúde conforme preconiza o Art. 104 da Portaria de Consolidação no 2, de 28 de setembro de 2017. As Secretarias de Saúde dos Estados e do Distrito Federal devem encaminhar ao DAF/SCTIE/MS a necessidade trimestral de cada medicamento de aquisição centralizada.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Pará (SESPA), foi encaminhada a programação referente ao 1º trimestre/2021 no prazo acordado, bem como a relação dos pacientes cadastrados no sistema informatizado HORUS, que do Ministério da Saúde e ao qual o Departamento de Assistência Farmacêutica possui acesso on-line ao estoque, tendo desta forma, para alguns itens, a programação de forma automática pelo sistema.

Leia mais:

Diante disso, houve um aumento de casos de judicialização contra o Estado – que não é responsável por esse grupo, conforme pacto pré-estabelecida em Comissões Tripartites – ocorrendo um desequilíbrio econômico-financeiro ao cofre estadual.

Esses medicamentos deveriam ter sido entregues até o dia 20 de dezembro de 2020, porém até o início de fevereiro não foi recebido na sua totalidade, causando assim, atrasos no abastecimento de cidades como Marabá, Santarém, Itaituba, Conceição do Araguaia e Altamira. (Ana Mangas)

Comentários

Mais

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

O Brasil ultrapassou o número de 500 mil mortes por Covid-19 e a cantora Ivete Sangalo compartilhou uma postagem no Instagram lamentado…
Vacina contra covid não tem efeito magnético

Vacina contra covid não tem efeito magnético

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: É falso que a vacina contra a covid-19 deixe a pele “magnética”. Ao contrário do que…
Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

A presidência do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) estabelece que as unidades administrativas e judiciárias integrantes da Regiões do…
Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Da casa do agricultor Jedeon Miranda de Andrade, 33 anos, à produção de abacaxi, percorremos quase dois quilômetros, passando primeiro…
Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Em manifestação pacífica ocorrida neste domingo (20), no quilômetro 18 da Estrada de Ferro Carajás, em trecho do Ramal S11D,…
Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

Conta de luz deve continuar subindo e risco de racionamento é alto

O Brasil é um país com enormes possibilidades energéticas, mas ainda está refém das chuvas e das usinas termoelétricas, que…