Correio de Carajás

MPPA quer garantir a regularização da dispensação de medicamentos

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), através da titular do 6º cargo de Promotor de Justiça de Marabá (Direitos Constitucionais Fundamentais), Mayanna Silva de Souza Queiroz, reuniu na quarta-feira (16), no prédio da Promotoria de Justiça de Marabá, com representantes do Conselho Regional de Farmácia do Pará (CRF-PA) e Secretaria Municipal de Saúde de Marabá para tratar da regularização da dispensação de medicamentos nas unidades públicas de saúde do município de Marabá.

A dispensação é o ato de assegurar que o medicamento de boa qualidade seja entregue ao paciente certo, na dose prescrita, na quantidade adequada.  Participaram também da reunião a farmacêutica Shayene Melo e a assessoria jurídica Gisleide Alves, ambas da Secretaria Municipal de Saúde de Marabá.

A promotora de Justiça explicou sobre o procedimento administrativo visa acompanhar a situação das farmácias das unidades de saúde de Marabá. “Já foram expedidas recomendações ao município de Marabá, e que a presente reunião é para tratar sobre a possível proposição de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC)”, frisou Mayanna.

Leia mais:

Durante a reunião a secretária Municipal de Saúde de Marabá, Dármina Duarte, justificou que o Sistema Nacional de Gestão Farmacêutica Hórus já está implantado na Secretaria de Saúde, nos dois hospitais e em algumas unidades básicas de saúde. “A Secretaria irá implantar o projeto de farmácias satélites (ou polos), que serão distribuídas nos núcleos de Marabá, que a exemplo de algumas capitais onde está funcionando, deverá ser instalada uma farmácia no Shopping Pátio Marabá, para atender o núcleo Nova Marabá, bem como permanecerá uma na Morada Nova e outra no São Félix, e ainda uma na Marabá Pioneira e outra no núcleo Cidade Nova que ficará no centro de saúde Laranjeiras, sendo concluída a implantação em todo o município no prazo de um ano”, disse a secretária.

Dois membros do CRF-PA, Deick Rodrigues e Franklin Miranda, citaram que o conselho realizou vistorias nas unidades de saúde do município no ano de 2018, e que o relatório será enviado ao MPPA para conhecimento e acompanhamento. E ainda ressaltam que houveram muitos avanços no município de Marabá, que os relatórios de fiscalização demonstram isso. (Divulgação MPPA)

Mais

Parauapebas é sinônimo de oportunidades

Parauapebas é sinônimo de oportunidades

O Brasil vive, há alguns anos, uma retração econômica evidenciada em escala nacional. Em meio a crises financeiras e políticas,…
Legado de Melquíades à educação de Marabá

Legado de Melquíades à educação de Marabá

A educação marabaense, nas últimas quatro décadas, recebe, de alguma forma, as digitais de Melquíades Justiniano da Silva. Esse baiano,…
Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

Postagem que associa Doria e Lulinha na compra da Coronavac é falsa

  Falso No site oficial da Nasdaq, bolsa de valores dos Estados Unidos onde está listada a Sinovac, fabricante da…
DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

DMTU faz o lançamento do Movimento Maio Amarelo

Com o objetivo de colocar em pauta o tema da segurança viária, o Movimento Maio Amarelo nasce com a proposta…
Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Dia 10 de maio marca a emancipação de oito municípios da região

Esta segunda-feira, 10 de maio, será um feriado especial para muitas cidades do Pará. Mais precisamente para 15 municípios, que…
DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

Desde o final da noite de quarta-feira (5), o nome do agente de trânsito Etervan Ferreira Sousa está circulando em…