Correio de Carajás

Mototaxista que assediava menina de 12 anos é preso

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Já está à disposição da Justiça, o mototaxista Cleldeir Lima de Almeida, de 32 anos. Ele foi preso em flagrante na tarde de ontem, dia 5, no momento em que chegou à porta da Escola Municipal Terezinha de Jesus, no Bairro Cidade Jardim, para pegar uma adolescente de 12 anos para levar para a casa dele, onde iria manter relação sexual com a menina.

De acordo com a adolescente, há cerca de duas semanas ela começou a trocar mensagens com o acusado que, de início, desejava apenas bom dia e boa noite para ela. No entanto, quando começaram a conversar, coisa que sempre era feita de madrugada, ele passou a pedir fotos sensuais e, depois, fotos nuas.

A adolescente garante que nunca mandou fotos de suas partes íntimas para Cleldeir, mas ele sempre mandava fotos de seu órgão genital para ela. A menina assegura que sempre falou para o acusado que tinha 12 anos, mesmo assim ele seguia assediando ela e, na última quarta-feira, dia 4, marcou de se encontrar com ela no dia seguinte, às 16 horas, na porta da escola onde estuda, para levá-la para a casa dele, onde disse que iria manter relações sexuais com ela.

Leia mais:

No entanto, na hora que ele chegou foi surpreendido por uma equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), sob o comando a delegada Ana Carolina, que o prendeu em flagrante. De acordo com a delegada, foi a mãe da menina que, desconfiada do comportamento da filha, instalou um aplicativo no aparelho dela que recebe todas as conversas que a outra pessoa mantém, via Whatsapp, nos telefones pareados.

Foi assim que ela teve acesso a todo conteúdo da conversa entre a filha e Cleldeir. “Quando ele marcou o encontro, ela imediatamente entrou em contato com a gente, nós montamos campana na porta da escola. Ele chegou, falou com a menina e, na hora que deu o capacete para ela subir na moto, nós o abordamos e prendemos”, conta a delegada.

Em depoimento, o acusado se recusou a falar, alegando que só fala em juízo. Apesar disso, a delegada diz que as provas contra ele são robustas e ele deve permanecer preso.

Ela observa que é crime de estupro de vulnerável manter relações sexuais com menor de 14 anos, mesmo com o consentimento da vítima, e também armazenar fotos íntimas de menor de 18 anos. “Quem for flagrado com fotos de menor de 18 anos, vai responder pelo crime de produzir, permanecer e armazenar fotos e vídeos contendo cenas de sexos ou órgãos sexuais de adolescentes”, explica Ana Carolina. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

 

Fotos: Ronaldo Modesto

Já está à disposição da Justiça, o mototaxista Cleldeir Lima de Almeida, de 32 anos. Ele foi preso em flagrante na tarde de ontem, dia 5, no momento em que chegou à porta da Escola Municipal Terezinha de Jesus, no Bairro Cidade Jardim, para pegar uma adolescente de 12 anos para levar para a casa dele, onde iria manter relação sexual com a menina.

De acordo com a adolescente, há cerca de duas semanas ela começou a trocar mensagens com o acusado que, de início, desejava apenas bom dia e boa noite para ela. No entanto, quando começaram a conversar, coisa que sempre era feita de madrugada, ele passou a pedir fotos sensuais e, depois, fotos nuas.

A adolescente garante que nunca mandou fotos de suas partes íntimas para Cleldeir, mas ele sempre mandava fotos de seu órgão genital para ela. A menina assegura que sempre falou para o acusado que tinha 12 anos, mesmo assim ele seguia assediando ela e, na última quarta-feira, dia 4, marcou de se encontrar com ela no dia seguinte, às 16 horas, na porta da escola onde estuda, para levá-la para a casa dele, onde disse que iria manter relações sexuais com ela.

No entanto, na hora que ele chegou foi surpreendido por uma equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), sob o comando a delegada Ana Carolina, que o prendeu em flagrante. De acordo com a delegada, foi a mãe da menina que, desconfiada do comportamento da filha, instalou um aplicativo no aparelho dela que recebe todas as conversas que a outra pessoa mantém, via Whatsapp, nos telefones pareados.

Foi assim que ela teve acesso a todo conteúdo da conversa entre a filha e Cleldeir. “Quando ele marcou o encontro, ela imediatamente entrou em contato com a gente, nós montamos campana na porta da escola. Ele chegou, falou com a menina e, na hora que deu o capacete para ela subir na moto, nós o abordamos e prendemos”, conta a delegada.

Em depoimento, o acusado se recusou a falar, alegando que só fala em juízo. Apesar disso, a delegada diz que as provas contra ele são robustas e ele deve permanecer preso.

Ela observa que é crime de estupro de vulnerável manter relações sexuais com menor de 14 anos, mesmo com o consentimento da vítima, e também armazenar fotos íntimas de menor de 18 anos. “Quem for flagrado com fotos de menor de 18 anos, vai responder pelo crime de produzir, permanecer e armazenar fotos e vídeos contendo cenas de sexos ou órgãos sexuais de adolescentes”, explica Ana Carolina. (Tina Santos – com informações de Ronaldo Modesto)

 

Fotos: Ronaldo Modesto

Comentários

Mais

Briga de vizinhos termina em morte na Folha 33

Briga de vizinhos termina em morte na Folha 33

Por volta das 5 horas da manhã deste domingo (18), Washington Santos Batista, 41 anos, recebeu golpes de arma branca…
Homem é assassinado na Feira do Rio Verde quando jogava bozó

Homem é assassinado na Feira do Rio Verde quando jogava bozó

Por volta das 13h deste domingo (18) um homem identificado como Pedro Alife Reis França foi assassinado na Feira do…
Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Colisão de motos deixa dois mortos e um ferido no bairro Betânia

Por volta das 15 horas deste sábado (17), uma colisão frontal entre duas motos no bairro Betânia, em Parauapebas, resultou…
Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Trio é detido por tráfico no bairro Altamira

Na noite desta sexta-feira (16), a policia autuou três jovens por tráfico de drogas no bairro Altamira, em Parauapebas. Viniciu…
Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Menor de idade é baleado no bairro Liberdade

Na noite desta sexta-feira (16), um menor de idade foi alvejado no antebraço em sua casa, no bairro Liberdade, em…
Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Dr. Jairinho é investigado por agressões a três crianças; entenda

Com o novo depoimento de uma ex-namorada de Dr. Jairinho, Débora Melo Saraiva, já são três casos investigados pela polícia sobre crianças…