Correio de Carajás

Mortes por coronavírus disparam 77% em uma semana e Marabá passa Parauapebas pela 1ª vez

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Os novos informes epidemiológicos referentes ao estágio da covid-19 nos municípios foram divulgados na noite desta sexta-feira (15). Com mais seis mortes causadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, Marabá passa a registrar 48 perdas no total, número que se alia a 304 casos confirmados. Em Parauapebas, uma morte foi atestada no período, perfazendo o montante de 43 vítimas fatais. O município aponta, ainda, 433 diagnósticos positivos da doença.

Na comparação com o último sábado (9), foram contabilizados 134 novos casos do novo coronavírus em Marabá (evolução de 55,9%), enquanto em Parauapebas o acréscimo foi de 148 testes positivos (65,8%). Nas mortes, o disparo foi de 77,7% em Marabá e de 30,3% em Parauapebas. As cidades registram índice de letalidade de 15,7% e 9,9%, respectivamente.

Entre as novas mortes anunciadas em Marabá, estão a de um homem de 66 anos sem declaração de doenças preexistentes, outro de 77 na mesma situação e um terceiro também de 77 anos com doença renal crônica. Ele sofreu um acidente vascular cerebral, de acordo com a prefeitura.

Leia mais:

Outras três mulheres também não resistiram às complicações impostas pela doença e faleceram. São elas uma de 47 anos que era hipertensa, obesa e diabética, uma de 68 com hipertensão e cardiopatia e uma terceira de 72 anos com os mesmos problemas de saúde.

Em Parauapebas, a nova perda é a de um homem de 26 anos que apresentava comorbidades. Ele faleceu nesta quarta-feira (14). A prefeitura reforça a importância das medidas de prevenção no combate à covid-19.

Em Marabá, do total de infectados, 199 receberam alta (65,4% de recuperação), 26 estão internados (8,5%), 17 estão em isolamento domiciliar (5,5%) e 14 estão na UTI (4,6%). A prefeitura relata, ainda, 13 casos em análise e 57 descartados.

Parauapebas, por seu lado, ilustra cenário com 200 pacientes recuperados (46,1%), 43 internados (9,9%), 147 em confinamento residencial (33,9%), 78 casos em investigação e 318 descartados.

No fim da tarde, a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) comunicou, via Twitter, que o Hospital de Campanha instalado no Carajás Centro de Convenções estava atendendo 35 pacientes. Desde a sua inauguração, 82 já foram assistidos e 35 receberam alta.

LEVANTAMENTO

Em recente levantamento, o Portal Correio de Carajás constatou que, no número de mortes, Marabá e Parauapebas ficam à frente de 12 capitais brasileiras. São elas: Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Goiânia (GO), Palmas (TO), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Teresina (PI), Porto Velho (RO) e Aracaju (SE).

Em Cuiabá, por exemplo, são 227 casos confirmados e apenas duas mortes de cidadãos residentes. A letalidade é de 0,8%. Em Campo Grande, são 163 testes positivos e quatro vítimas fatais (2,4%). Ainda na Região Centro-Oeste, Goiânia aparece com 802 atestados e 30 que perderam a guerra contra a doença (3,7%).

Em Curitiba, cidade de 1,7 milhão de cidadãos, são 774 confirmados e 31 pacientes que evoluíram para óbito. A taxa de mortalidade é de 4%. Em Florianópolis, o cenário é de 462 testes positivos e sete mortes (1,5%). Porto Alegre, por seu turno, assinala 723 positivos e 21 vítimas fatais (2,9%).

Em Aracaju, no Nordeste, confirmados formam 1.413, com apenas 13 mortes e letalidade calculada em 0,9%. Natal, capital do Rio Grande do Norte, aponta 970 diagnósticos positivos e 28 óbitos (2,8%). Teresina, no Piauí, possui 937 confirmados e 26 perdas (2,7%).

Na Região Norte, Porto Velho elenca 1.238 casos positivos e 36 mortes. A letalidade é de 2,9%. Muito atrás, Palmas, no Tocantins, registra 194 confirmados e apenas três mortes (6%). Para fechar a lista, Belo Horizonte, no Sudeste, indica 1.048 atestados com a doença e 28 pacientes que perderam suas vidas para o mal.

SITUAÇÃO NO PARÁ

O Pará registrou 80 novas mortes por coronavírus em 24 horas nesta sexta-feira (15), e o número total subiu para 1.175 desde o início da pandemia. Ao todo, são 12.627 casos confirmados da doença no estado, 1.147 a mais no período. O índice de letalidade é de 9,3%.

O mais recente boletim da Sespa aponta, ainda, 3.482 casos descartados, 250 em análise e 7.623 pacientes que se recuperaram da doença. Isto representa 60,3% do total de infectados. (Da Redação)

Comentários

Mais

Ministério da Educação divulga hoje resultado do Sisu 2021

Ministério da Educação divulga hoje resultado do Sisu 2021

O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (16) o resultado do processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre…
MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…