Correio de Carajás

Moro autoriza a atuação da Força Nacional no Pará

Foto: Marcelo Camargo/G1
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, autorizou por meio da portaria 198, de 6 de março de 2019, o emprego da Força Nacional de Segurança Pública no Pará. A medida atende ao pedido feito no dia 2 de janeiro pelo governador do Estado, Helder Barbalho.

De acordo com a portaria, publicada nesta quinta-feira (7) no Diário Oficial da União, a equipe da Força Nacional vai atuar na região metropolitana de Belém, em apoio no combate à criminalidade. A permanência dos agentes no Pará será de 90 dias, podendo ser prorrogada, se necessário.

A Força Nacional vai atuar nas ações de policiamento ostensivo, polícia judiciária e perícia forense, nas atividades e nos serviços essenciais à preservação da ordem pública e segurança das pessoas e do patrimônio. O contingente que será disponibilizado irá obedecer ao planejamento definido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Leia mais:

Reforço na segurança pública

Em janeiro deste ano, um dia após tomar posse, o governador do Pará, Hélder Barbalho, solicitou apoio de 500 agentes da Força Nacional. Ele apresentou índices de criminalidade no estado para justificar o pedido.

No dia 5 de fevereiro, o coronel Antônio de Oliveira, diretor da Força Nacional, informou que a Força Nacional seria enviada para Belém na primeira quinzena de março. Ele disse ainda que o contingente será de duzentos homens no início, mas pode chegar a quinhentos.

De acordo com o diretor, a atuação da Força ocorrerá exclusivamente em Belém. As tropas vão ser direcionadas para seis regiões da capital que concentram os maiores índices de violência.

A Força Nacional de Segurança Pública é um programa de cooperação entre os estados e a União. As tropas atuam na segurança da população, proteção do patrimônio, situações de emergência e calamidades públicas.

As tropas podem ser empregadas em qualquer parte do país, após solicitação do governador do estado. Compõe a Força Nacional: policiais militares, policiais civis, bombeiros militares e profissionais de perícia dos estados e do Distrito Federal.

Secretário no Pará

O secretário Nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, se reúne na manhã desta quinta-feira (7) com o governador Helder Barbalho, no Palácio do Governo, em Belém. Na pauta, o anúncio da data de chegada da Força Nacional ao Pará e o lançamento do projeto-piloto do Governo Federal destinado a reforçar ações de segurança em cinco municípios do Brasil.

O município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém, foi o escolhido da Região Norte para ser atendido pelo projeto. O objetivo é reduzir os altos índices de violência, especialmente homicídios. (Fonte:G1)

Comentários

Mais

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

Publicado decreto que aumenta IOF para custear Auxílio Brasil

O Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje (17) um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro com as novas alíquotas do Imposto sobre Operações…
Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

Ministro aponta erros de estados e diz que limitou vacinação de adolescentes por cautela

O ministro Marcelo Queiroga disse nesta quinta-feira (16) que a decisão de restringir a vacinação de adolescentes apenas aos grupos prioritários (deficiência…
Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

Ministério estuda aproveitar créditos de cursos profissionalizantes

O Ministério da Educação estuda permitir que estudantes formados em cursos técnico-profissionalizantes aproveitem os créditos acadêmicos caso decidam continuar os…
Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

Ministério mantém previsão de crescimento da economia em 5,3% este ano

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia manteve a projeção para o crescimento da economia este ano…
Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Caçula põe irmão mais velho em enrascada

Um curioso caso de receptação (adquirir mercadoria proveniente de roubo ou furto) foi registrado na Vila Carimã, zona rural de…
Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Transporte público volta a ser criticado na Câmara de Marabá

Serviço que afeta grande parte da população, o transporte público de Marabá está sempre em pauta nas discussões políticas da…