Correio de Carajás

Mirante do Cabelo Seco ganhará mural coletivo

Projeto Arte em Cores reúne jovens artistas para intervenção em um dos novos cartões postais de Marabá

Projeto Arte em Cores reúne artistas de Marabá e região para uma tela coletiva/Foto: Aline Nascimento

Quem visitar a Orla da Marabá Pioneira, no bairro Francisco Coelho (Cabelo Seco) poderá aproveitar, não só do belo pôr do sol que os encontros dos rios Tocantins e Itacaiunas proporcionam, como também o cenário de uma arte coletiva, que está sendo feita pelo pessoal do Projeto Arte em Cores, patrocinado pela Vale.

A pintura está sendo produzida por 5 artistas da região, selecionados em duas etapas, que possibilitaram aos candidatos apresentaram seus trabalhos e depois produziram uma arte solo. Dos 80 inscritos, foram cinco representantes escolhidos, sendo três de Marabá e dois de Parauapebas.

Um dos artistas de Marabá, Jefferson Bosco, 36 anos, conta que aproveitou a oportunidade para retornar à pintura em painel. “Hoje atuo na área da tatuagem, faz 8 anos que não faço esse trabalho, e agora veio a oportunidade de relembrar e representar a cidade, ainda mais em um em um local muito visitado que é cartão postal da cidade na orla”, destaca.

Leia mais:

A arte foi escolhida por todos os artistas em conjunto. A marabaense Carla Bianca Barros da Silva, 23 anos, revela que é seu primeiro trabalho nesse sentido. “Eu estou muito ansiosa com relação ao resultado. Embora não tenha muita experiência, essa troca é muito motivadora e estou aproveitando muito. Nos dão uma segurança”, comenta.

A arte irá contar com o desenho de tucanos, pássaros, crianças brincando, jarros com traços indígenas e no centro um ribeirinho carregando peixes. A responsável pela imagem do ribeirinho é a Fransuelen Pereira dos Santos, nome artístico Franart, 24 anos. Ela explica que pinta há mais ou menos 2 anos e ainda se considera uma iniciante.

“Escolhemos algo relacionado à cidade e fizemos a divisão no mural.  Cada um deu sua opinião e fizemos o esboço. Um vai auxiliando o outro. Essa troca de experiência é muito boa, já aprendi muita coisa, cada um passa uma técnica, é ótimo. Esperem que virá uma coisa muito show para cá”, garante.

Essa é a segunda vez que a cidade ganhará um mural do Projeto Arte em Cores. O primeiro foi realizado em 2020 e está localizado no viaduto 1, Rodovia Transamazônica, em frente ao supermercado da Folha 33, na Nova Marabá.

Representando Parauapebas, o grafiteiro “Oiram”, ou Mário Eugênio Pereira Lobato, comemora a oportunidade. “A arte ganhar espaço é muito importante, tanto para o artista quanto para a população, que vê as obras. O impacto da arte pode mudar o dia de uma pessoa. Tenho uma carreira nova e o projeto já mudou bastante a dinâmica da minha vida, de como me manter e conhecer coisas novas”, completa. (Osvaldo Henriques – Ascom PMM)

Comentários