Correio de Carajás

Marabazão é paralisado por falta de recurso

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Marabazão é paralisado por falta de recurso

Faltando apenas uma rodada para terminar a primeira fase do primeiro turno, o Campeonato Marabaense de 2017 será paralisado por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira (04) por falta de pagamento para arbitragem.

O campeonato está em fase decisiva, mas está longe de ter um fim, pois a comissão de arbitragem só retorna depois do pagamento do seu quadro de árbitros que vem apitando jogos desde o dia 17 de junho.

Leia mais:

Segundo Edson Pinheiro, presidente da Liga esportiva de Marabá, o prefeito Tião Miranda assinou um documento garantindo um repasse de aproximadamente 150 mil reais. Ele afirma que foi feito um pedido por Tião Miranda e Elói Ribeiro, secretário de Esportes, que reduzisse ao máximo os gastos, pois a prefeitura se encontrava em crise financeira. Pinheiro disse que atendeu a solicitação do prefeito e cortou em mais da metade os custos, citando como exemplo os dois presidentes anteriores ao seu mandato que receberam cerca de 350 mil para realizações dos campeonatos.

“Tião é reconhecido por honrar seus compromissos. Tenho certeza que esse recurso será liberado em breve, mas por enquanto está inviável a continuação da competição até que se resolva essa questão com a arbitragem”, explica Edson.

Procurado pela reportagem, o secretário de Esportes respondeu via aplicativo de mensagens que o recurso é via prefeitura, mas que vem sendo o intermediário na negociação Lemar-Prefeito. Elói se limitou a dizer que a liberação depende de um novo decreto.

A Comissão de Arbitragem emitiu uma nota informando sobre a paralização do campeonato, mas preferiu manter em silêncio até que se resolva o imbróglio, no comunicado explica que depois do jogo Saraiva e Marabá, que acontece nesta quinta-feira, as atividades estarão paralisadas.

O certo é que nos grupos do pessoal ligados ao futebol a discussão é geral. Alguns já se mobilizam para cobrar a retomada do campeonato e buscam apoio de vereadores que se sensibilizem com a causa. (Márcio Aquino)

Marabazão é paralisado por falta de recurso

Faltando apenas uma rodada para terminar a primeira fase do primeiro turno, o Campeonato Marabaense de 2017 será paralisado por tempo indeterminado a partir desta sexta-feira (04) por falta de pagamento para arbitragem.

O campeonato está em fase decisiva, mas está longe de ter um fim, pois a comissão de arbitragem só retorna depois do pagamento do seu quadro de árbitros que vem apitando jogos desde o dia 17 de junho.

Segundo Edson Pinheiro, presidente da Liga esportiva de Marabá, o prefeito Tião Miranda assinou um documento garantindo um repasse de aproximadamente 150 mil reais. Ele afirma que foi feito um pedido por Tião Miranda e Elói Ribeiro, secretário de Esportes, que reduzisse ao máximo os gastos, pois a prefeitura se encontrava em crise financeira. Pinheiro disse que atendeu a solicitação do prefeito e cortou em mais da metade os custos, citando como exemplo os dois presidentes anteriores ao seu mandato que receberam cerca de 350 mil para realizações dos campeonatos.

“Tião é reconhecido por honrar seus compromissos. Tenho certeza que esse recurso será liberado em breve, mas por enquanto está inviável a continuação da competição até que se resolva essa questão com a arbitragem”, explica Edson.

Procurado pela reportagem, o secretário de Esportes respondeu via aplicativo de mensagens que o recurso é via prefeitura, mas que vem sendo o intermediário na negociação Lemar-Prefeito. Elói se limitou a dizer que a liberação depende de um novo decreto.

A Comissão de Arbitragem emitiu uma nota informando sobre a paralização do campeonato, mas preferiu manter em silêncio até que se resolva o imbróglio, no comunicado explica que depois do jogo Saraiva e Marabá, que acontece nesta quinta-feira, as atividades estarão paralisadas.

O certo é que nos grupos do pessoal ligados ao futebol a discussão é geral. Alguns já se mobilizam para cobrar a retomada do campeonato e buscam apoio de vereadores que se sensibilizem com a causa. (Márcio Aquino)

Mais

Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal começam neste domingo (9) as semifinais do Parazão Banpará 2021. Pelo andar da carruagem, deve…
Hazard se desculpa com torcida depois de brincadeiras com adversários

Hazard se desculpa com torcida depois de brincadeiras com adversários

O meia-atacante Eden Hazard, do Real Madrid, pediu desculpas aos torcedores do clube por ter sido gravado brincando com jogadores…
Conmebol confirma dias e horários do retorno das Eliminatórias

Conmebol confirma dias e horários do retorno das Eliminatórias

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta quinta-feira (6) que a partida entre Brasil e Equador, válida pelas Eliminatórias…
"Sentimento difícil de escrever", diz Neymar após eliminação

"Sentimento difícil de escrever", diz Neymar após eliminação

Neymar se pronunciou pela primeira vez desde a eliminação do Paris Saint-Germain na Champions League para o Manchester City. O…
Pfizer faz acordo para vacinar atletas da Olimpíada de Tóquio

Pfizer faz acordo para vacinar atletas da Olimpíada de Tóquio

Os laboratórios Pfizer e BioNTech anunciaram nesta quinta-feira (6) que chegaram um acordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI) para fornecer…
Águia e Itupiranga estão fora no Parazão 2021

Águia e Itupiranga estão fora no Parazão 2021

Os times de Águia de Marabá e Itupiranga não conseguiram avançar para a semifinal do Campeonato Paraense de Futebol e…