Correio de Carajás

Marabaenses se dividem sobre novo decreto para o comércio

Academias foram inclusas como serviços essenciais e nem todos se agradaram com isso / Fotos: Zeus Bandeira
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O novo decreto publicado pelo prefeito de Marabá, Tião Miranda, dividiu opiniões entre a população. A nova medida proíbe o funcionamento de restaurantes, lanchonetes, pizzarias e congêneres, mas, coloca academias de ginástica como atividade essencial, funcionando com apenas 30% da sua capacidade.

Thiago Ferraz é proprietário de academia e ficou muito alegre com a notícia. Ele conta que sempre acreditou que seu serviço poderia trabalhar para a saúde. “Antes não éramos contemplados nos decretos municipais, seguíamos fechados pelo estadual. Agora, poderemos retornar seguindo todas as medidas de segurança e prevenção”, comenta.

Entre as medidas que pretende adotar para cumprir com as normas de segurança do decreto, será a dispersão dos seus alunos por todas as áreas da academia, que possui 9.000 metros². “Tivemos uma boa aceitação dos alunos. Vamos trabalhar com os ambientes abertos e evitar as áreas fechadas para que não haja aglomerações”, explica Thiago.

Leia mais:
Thiago garante que seguirá as medidas para preservar seus alunos do contágio do novo coronavírus

Outra proprietária de academia que se alegrou com a decisão do prefeito foi Joice Santos. Para ela, o olhar do Poder Público para as academias, no âmbito da saúde, é de suma importância.

“As academias não trabalham apenas o lado estético, há grandes liberações de hormônios quando se pratica exercícios. A ciência confirma isso. Quando se pratica atividade física você reduz sintomas da depressão e da síndrome do pânico”, pontua Joice.

Apesar do documento não tratar as medidas como um lockdown, há quem tenha se agradado com o que foi estabelecido. A servidora pública, Suely Alves, avalia que as ações decretadas não são duras, pois, enquanto a população não for totalmente vacinada, nada voltará ao normal.

“Todos correm risco, então agora é distanciamento, álcool em gel e usar máscara. É o nosso novo normal. Não temos como fugir disso, enquanto não formos todos vacinados. O decreto está correto”, concorda Suely.

Entretanto, nas redes sociais, muitos discordaram das diligências do documento, o avaliando como ineficaz. Nos comentários na página do Facebook do Correio de Carajás, críticas pesam sobre a decisão do prefeito.

“Teve tempo de sobra para arrumar os hospitais. Não fez nada disso. É fácil fechar o comércio e o povo que se vire”, comenta Eliude de Sousa. “Vocês deveriam fechar bancos e lotéricas. Como as pessoas vão pagar as contas sem trabalhar?”, indaga Diomar Reis.

“É fácil resolver isso, é só comércio não aceitar e ir às ruas lutar pelos seus direitos, lógico que se ninguém fizer nada pra protestar contra essas ações isso vai ficar cada vez pior”, comenta Jaires Lima. “Esse decreto além de não resolver só piora a vida dos autônomos. É triste”, lamenta Helena Nogueira. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…
Namoro que floresce no meio na pandemia

Namoro que floresce no meio na pandemia

Sílvia e Moisés e se tornaram amigos inseparáveis, contavam tudo um para o outro, até se ajudaram a ficar com…