Correio de Carajás

Marabaense utiliza cada vez mais espaços públicos

Cuidar da saúde por meio das atividades físicas tem se tornado um hobby em Marabá/ Fotos: Divulgação/PMM

ATIVIDADES FÍSICAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As pistas de caminhadas, academias ao ar livre, praças, quadras esportivas e as ginásticas para mulheres estão disponíveis para a população de Marabá

Os espaços e serviços públicos de lazer e esporte em Marabá, a cada dia recebe novos usuários para a prática de atividades e exercícios físicos. Independentemente da idade ou do gênero, as pistas de caminhadas, academias ao ar livre, praças, quadras esportivas e as ginásticas para mulheres estão disponíveis na cidade à população.

É no Espaço Rotary de Lazer, na Folha 29, que o estudante de Direito, Alexandre Portela, 22 anos, se dedica no fim da tarde para cuidar da saúde. São 4 a 5 voltas por dia durante a semana.

“Aqui é um dos melhores lugares para caminhar. A pista é muito boa, o ambiente é bem agradável. Aqui eu busco uma vida melhor e a interação com as pessoas. É muito bom a gente sair. Eu procuro essa vida sempre ativa. Depois dos exercícios minha vida melhorou muito nos estudos, na convivência”, relata o estudante.

Leia mais:
Alexandre Portela: “Aqui é um dos melhores lugares para caminhar”

Em outro ponto da cidade, a dona de casa Juliete Lopes, 31 anos, iniciou o desafio de perder peso e sair do sedentarismo. A oportunidade chegou há 20 dias quando decidiu participar da Ginástica para Mulheres, um projeto que funciona em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), no barracão da folha 33, duas vezes na semana, sempre no fim da tarde. Durante a semana, a jovem mãe e esposa, concilia o serviço do lar entre a caminhada e a ginástica. Os resultados estão chegando, já são 5 quilos a menos na balança. Ela pesava 105 quilos antes da prática de atividades.

“A vida sedentária não é muito boa. Daí me convidaram para fazer a zumba, e eu aceitei. Também comecei a caminhar pela manhã e não parei mais. Virou um vício. Aqui na dança quero perder peso. Aqui [no projeto] vai iniciar um desafio, quem perder mais peso vai ganhar um prêmio. É um estímulo, a gente fica com expectativa. O bom aqui é dançar, ajudar o outro” enfatiza sorridente a dona de casa.

Juliete Lopes iniciou o desafio de perder peso e sair do sedentarismo

Quem também conhece os benefícios das atividades físicas é a Livia Moraes, de 30 anos. Depois do nascimento do filho, a técnica de segurança em trabalho teve de conviver com o sobrepeso, 80 quilos. Então decidiu que era hora de mudar os hábitos. No novo estilo de vida ela incluiu a Ginástica para Mulheres e com os movimentos da dança atingiu os objetivos almejados.

“Eu me adaptei a esse novo estilo de vida, me apaixonei pela dança, porque a gente se movimenta bastante, perder calorias, mas não é só isso. Tem muitas mulheres que têm problemas e quando chegam aqui esquecem. É muito bom, por isso que eu gosto”, revela.

Ginástica na Folha 33

Jeiziane Araújo, coordenadora do grupo Ginástica Dance, está feliz com o entusiasmo e participação das mulheres no Projeto. Ela lembra que antes da parceria com a Semel, era cobrada uma taxa simbólica para garantir o pagamento dos educadores físicos, e ainda contavam com o apoio do vereador Ronaldo Alves, no fornecimento da energia e da água, além do espaço físico. Agora as coisas mudaram por lá e o número de mulheres participando da ginástica saltou para 45 integrantes fixas. As aulas acontecem nas terças e sextas-feiras, às 18h.

“Com o apoio da prefeitura a gente não cobra mais nenhuma taxa, é gratuito. Cederam o professor para gente, temos também o apoio do espaço, e graças a Deus casa cheia. E estamos abertos, ainda cabe muita mulher, a gente só faz uma ficha de inscrição para ter um compromisso com a gente”, destaca Jeiziane.

Além dos 11 polos de Ginástica para Mulheres existentes na cidade e das academias ao ar livre implantadas em diversas praças construídas na cidade, a Prefeitura de Marabá avança para a construção da quarta pista de caminhada localizada no Residencial Novo Progresso, em São Félix Pioneiro, a exemplo das pistas da folha 29, do aeroporto e da Velha Marabá na praça Paulo Marabá. (Fonte: Ascom/PMM)

Comentários

Mais

Anvisa determina recolhimento de lote com mais de 40 mil doses de Coronavac no Pará

Anvisa determina recolhimento de lote com mais de 40 mil doses de Coronavac no Pará

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de 25 lotes de vacinas Coronavac, entre eles o lote…
Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas

Prazo para prova de vida acaba dia 30 para aposentados e pensionistas

Aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis que ainda não fizeram, junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a comprovação…
Usuários de mototáxi em Marabá denunciam cobrança acima da tabela

Usuários de mototáxi em Marabá denunciam cobrança acima da tabela

Vários usuários do serviço de mototáxi em Marabá estão revoltados com a cobrança que os condutores estão fazendo, acima da…
Pará registra 589.628 casos e 16.630 mortes pela Covid-19

Pará registra 589.628 casos e 16.630 mortes pela Covid-19

O Pará contabilizou mais 376 casos de Covid-19 e 6 mortes causada pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
NÃO É FAKE: Conta de luz da Equatorial Energia pode ser paga pelo PIX

NÃO É FAKE: Conta de luz da Equatorial Energia pode ser paga pelo PIX

Os clientes do Grupo Equatorial Energia poderão pagar seus boletos através do PIX. A partir de 20 de setembro, os…
Dona de boate morre em acidente na BR-155

Dona de boate morre em acidente na BR-155

Uma caminhonete com cinco passageiros tombou nesta quinta-feira, 23, na Rodovia BR-155, entre Redenção e Pau D’arco, na região sul…