Correio de Carajás

Marabá registra seis homicídios em apenas um dia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Departamento de Homicídios da Polícia Civil informou hoje, segunda-feira (21), investigando quatro crimes que resultaram em seis pessoas mortas apenas no último sábado, dia (19), em Marabá. O primeiro caso registrado foi o que vitimou Cícero Yuri Mota Torres, de 28 anos, que trabalhava com marketing, na casa dele, na Folha 21.

De acordo com a delegada Raíssa Beleboni, a equipe da Polícia Civil foi acionada por volta das 7 horas com a informação de que uma pessoa havia sido esfaqueada dentro do prédio em que vivia. Yuri chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com um ferimento no pescoço, mas morreu a caminho do Hospital Municipal de Marabá.

Há informações de que ele se envolveu em uma briga com um vizinho – morador do mesmo condomínio – após uma festa em seu apartamento. Foi realizada perícia no local e identificadas algumas pessoas que teriam ouvido ou presenciado a briga. Elas estão sendo intimadas para prestarem esclarecimentos. Por enquanto não foi divulgada identificação de nenhum suspeito.

Leia mais:

PAI E FILHA

Enquanto a equipe ainda estava no local, recebeu comunicação do que seria, a princípio, um duplo homicídio na Folha 01, às margens do Rio Tocantins. As vítimas foram identificadas como Carlindo de Souza Gonçalves, de 43 anos, e a filha identificada apenas pelo prenome de “Carol”, que teria 18 anos, mas que não possuía qualquer documentação, nunca tendo sido registrada oficialmente.

Na necropsia do corpo dela, realizada pelo Instituto Médico Legal (IML), descobriu-se que estava grávida de aproximadamente três meses, o que aumentou o número de vítimas para três, tornando-se um triplo homicídio. “As vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo. Ainda no sábado foram ouvidas algumas pessoas que tinham informações sobre o ocorrido e as diligências seguem agora para que a gente possa apurar o mais rápido possível o autor desse triplo homicídio e esclarecer, inclusive, a motivação”, comentou a delegada.

FOLHA 19

Já à noite, por volta das 19 horas, na Folha 19, foi executado José Jeoclevane Gonçalves do Nascimento, 35 anos, crime que está envolto em mistério. De acordo com a titular do Departamento de Homicídios, ele estava sentado em uma calçada quando foi alvejado por tiros.

A vítima não tem histórico de envolvimento com criminalidade ou com uso de drogas, era considerada pessoa pacata e não tinha inimizades. “Já foram intimadas algumas pessoas que pudessem trazer esse tipo de informação e através do histórico da vítima conseguirmos apurar os motivos do crime”.

BAIRRO ARAGUAIA

O último caso, registrado por volta das 23 horas no Bairro Araguaia, vitimou o jovem Carlos Eduardo da Silva Lima, de 19 anos, também alvejado por disparos de arma de fogo ao se aproximar de um bar. Há suspeita de que outras pessoas possam ter sido feridas pela quantidade de disparos ouvidos, mas essa informação ainda não foi confirmada pela Polícia Civil.

“Apuramos somente que o Carlos estava chegando no local quando duas pessoas, fazendo uso de uma motocicleta, se aproximaram e efetuaram os disparos, empreendendo fuga em seguida”, comentou a delegada, acrescentando que a Polícia Civil espera ajuda da população para elucidar os crimes. Informações podem ser repassadas por meio do Disque Denúncia Sudeste do Pará, nos números (94) 3312-3350 e (94) 98198-3350 (Whatsapp) ou, ainda, pelo aplicativo do Disque Denúncia que está disponível na Play Store. Mais informações sobre estes casos na edição de amanhã do Jornal Correio. (Luciana Marschall – com informações de Chagas Filho)

O Departamento de Homicídios da Polícia Civil informou hoje, segunda-feira (21), investigando quatro crimes que resultaram em seis pessoas mortas apenas no último sábado, dia (19), em Marabá. O primeiro caso registrado foi o que vitimou Cícero Yuri Mota Torres, de 28 anos, que trabalhava com marketing, na casa dele, na Folha 21.

De acordo com a delegada Raíssa Beleboni, a equipe da Polícia Civil foi acionada por volta das 7 horas com a informação de que uma pessoa havia sido esfaqueada dentro do prédio em que vivia. Yuri chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com um ferimento no pescoço, mas morreu a caminho do Hospital Municipal de Marabá.

Há informações de que ele se envolveu em uma briga com um vizinho – morador do mesmo condomínio – após uma festa em seu apartamento. Foi realizada perícia no local e identificadas algumas pessoas que teriam ouvido ou presenciado a briga. Elas estão sendo intimadas para prestarem esclarecimentos. Por enquanto não foi divulgada identificação de nenhum suspeito.

PAI E FILHA

Enquanto a equipe ainda estava no local, recebeu comunicação do que seria, a princípio, um duplo homicídio na Folha 01, às margens do Rio Tocantins. As vítimas foram identificadas como Carlindo de Souza Gonçalves, de 43 anos, e a filha identificada apenas pelo prenome de “Carol”, que teria 18 anos, mas que não possuía qualquer documentação, nunca tendo sido registrada oficialmente.

Na necropsia do corpo dela, realizada pelo Instituto Médico Legal (IML), descobriu-se que estava grávida de aproximadamente três meses, o que aumentou o número de vítimas para três, tornando-se um triplo homicídio. “As vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo. Ainda no sábado foram ouvidas algumas pessoas que tinham informações sobre o ocorrido e as diligências seguem agora para que a gente possa apurar o mais rápido possível o autor desse triplo homicídio e esclarecer, inclusive, a motivação”, comentou a delegada.

FOLHA 19

Já à noite, por volta das 19 horas, na Folha 19, foi executado José Jeoclevane Gonçalves do Nascimento, 35 anos, crime que está envolto em mistério. De acordo com a titular do Departamento de Homicídios, ele estava sentado em uma calçada quando foi alvejado por tiros.

A vítima não tem histórico de envolvimento com criminalidade ou com uso de drogas, era considerada pessoa pacata e não tinha inimizades. “Já foram intimadas algumas pessoas que pudessem trazer esse tipo de informação e através do histórico da vítima conseguirmos apurar os motivos do crime”.

BAIRRO ARAGUAIA

O último caso, registrado por volta das 23 horas no Bairro Araguaia, vitimou o jovem Carlos Eduardo da Silva Lima, de 19 anos, também alvejado por disparos de arma de fogo ao se aproximar de um bar. Há suspeita de que outras pessoas possam ter sido feridas pela quantidade de disparos ouvidos, mas essa informação ainda não foi confirmada pela Polícia Civil.

“Apuramos somente que o Carlos estava chegando no local quando duas pessoas, fazendo uso de uma motocicleta, se aproximaram e efetuaram os disparos, empreendendo fuga em seguida”, comentou a delegada, acrescentando que a Polícia Civil espera ajuda da população para elucidar os crimes. Informações podem ser repassadas por meio do Disque Denúncia Sudeste do Pará, nos números (94) 3312-3350 e (94) 98198-3350 (Whatsapp) ou, ainda, pelo aplicativo do Disque Denúncia que está disponível na Play Store. Mais informações sobre estes casos na edição de amanhã do Jornal Correio. (Luciana Marschall – com informações de Chagas Filho)

Comentários

Mais

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Um carro forte da empresa Prosegur foi alvo de um bando de assaltantes na tarde desta quinta-feira, por volta de…
DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

Documento assinado por 11 entidades que militam na área da luta pela terra e dos direitos humanos denunciam “despejos e…
Mulher é suspeita na morte de mototaxista

Mulher é suspeita na morte de mototaxista

A morte do mototaxista Josiel Mota da Silva gerou comoção e revolta na cidade de Anapu e resultou na destruição…
Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

A Polícia Civil vem investigando crimes de furtos em veículos que estão sendo praticados com o uso de um mecanismo…
Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Dois fatos podem até não ter ligação, mas a Polícia Civil investiga ambos e tenta fazer uma conexão entre eles.…
Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Leonardo de Jesus Oliveira, de 23 anos, e Raimundo Nonato Peixoto, de 24 anos, foram executados a tiros na noite…