Correio de Carajás

Marabá recebe ação educativa sobre o uso seguro das pipas

Fotos: Ascom Equatorial
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma das brincadeiras mais comuns entre crianças e adultos durante o período de verão são as pipas. Aliado as temperaturas mais altas e os ventos mais fortes nessa época, este tem sido o passatempo preferido dos paraenses. Porém, a prática exige muitos cuidados, principalmente por conta das recomendações de distanciamento social e das fiações elétricas das ruas.

Para conscientizar crianças e jovens sobre a brincadeira, a Equatorial Pará lançou o Projeto Pipas, que reúne informação e diversão com materiais em formato impresso e digital.

Nesta sexta e sábado, dias 7 e 8, o projeto estará em Marabá. As cartilhas e orientações serão distribuídas na Praça da Liberdade, no horário das 8h às 12h, e na Orla de Marabá, no período de 9h às 15h.

Leia mais:

CARTILHA E APLICATIVO

Um dos itens que contemplam o projeto é a cartilha educativa. Com conteúdo lúdico e descontraído, uma galerinha antenada sobre o mundo das pipas, papagaios, curicas e rabiolas, a Turma do Geral, explica a historicidade do brinquedo e traz um questionário com perguntas para quem entende deste universo.

O Projeto disponibiliza, também, o aplicativo Mestre das Pipas, que revelará, por meio de games de perguntas, os mais conhecedores sobre a brincadeira e os cuidados a serem tomados. Gratuitamente, as pessoas têm acesso ao jogo que está disponível para o sistema operacional Android.

Todas as atividades do Projeto agregam informações de segurança, para que acidentes ou desligamentos do fornecimento de energia sejam evitados. “Queremos que as pessoas entendam o melhor lugar para que a brincadeira ocorra com segurança e respeito por todos. Não queremos parar a brincadeira, mas informar para que seja realizada, sempre, em local apropriado”, afirma Alex Fernandes, executivo de Segurança da Equatorial Pará.

PERIGOS E PREJUÍZOS

Empinar pipas próximo à rede elétrica pode causar graves acidentes. Além do risco de choque, a brincadeira em local inapropriado pode oferecer consequências graves.

Estima-se que só nos primeiros meses deste ano, o Pará registrou mais de três mil casos de falta de energia motivados por pipas em contato com a rede elétrica. Esses registros representam grandes prejuízos para a sociedade, pois atingem várias localidades, milhares de residências, escolas e até hospitais.

O Projeto Pipas já passou por cidades como Belém, Castanhal, Bragança e Tucuruí, nos meses de julho e encerra neste final de semana em Marabá e Santarém. (Ascom Equatorial Pará)

Comentários

Mais

Conta de luz continuará em agosto com taxa extra mais elevada, informa Aneel

Conta de luz continuará em agosto com taxa extra mais elevada, informa Aneel

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira (30) que a conta de luz continuará em agosto com…
Inteligência artificial pode desafogar sistema de saúde na pandemia

Inteligência artificial pode desafogar sistema de saúde na pandemia

Estudo feito em parceria por pesquisadores da Escola de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Fundação Getulio Vargas…
Autorização de viagem para menores de 16 anos poderá ser feita online

Autorização de viagem para menores de 16 anos poderá ser feita online

A partir de segunda-feira (2), os pais poderão emitir pela internet uma autorização para que seus filhos menores de 16…
Marabá: Venezuelanos são tirados da rua e já têm casa

Marabá: Venezuelanos são tirados da rua e já têm casa

A nova leva de venezuelanos que chegou nas últimas semanas a Marabá chamou atenção e teve grande visibilidade pela quantidade…
Passageira se recusa a usar máscara e é retirada de voo por policiais federais

Passageira se recusa a usar máscara e é retirada de voo por policiais federais

Uma passageira se recusou a usar máscara de proteção à Covid-19 e provocou atraso de uma aeronave, que saiu de…
Paciente é internado em Belém com suspeita de variante delta

Paciente é internado em Belém com suspeita de variante delta

Duas pessoas com Covid-19, que chegaram dos Estados Unidos a Belém, realizaram exames para identificar se houve a possível contaminação…