Correio de Carajás

Marabá recebe 300 judocas de 3 estados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O ginásio Renato Veloso, na Folha 16, Nova Marabá, foi palco da XIV Copa Marabá de Judô, 4ª etapa do Campeonato Paraense de Judô e seletiva para o brasileiro da categoria sub 15, masculino e feminino. Tudo isso no último final de semana, num evento intenso de atividades e disputas saudáveis.

Os atletas classificados vão compor a Seleção Paraense dessas respectivas categorias, que irão disputar o brasileiro na cidade de Lauro de Freitas, na Bahia, no segundo semestre deste ano. 

As disputas aconteceram nas categorias Baby 2 a 4 anos, pré-mirim 5 a 6 anos, mirim 7 a 8 anos, mirim 9 a 10 anos, sub 13, 11 a 12 anos, sub 15, 13 a 14 anos, sub 18, 15 a 17 anos, sub, 21 18 a 20 anos, sênior, Máster, Paralímpica e, ainda, uma competição inédita, absoluto para a categoria Máster.

Leia mais:

A competição contou com a participação de mais de 20 associações e 300 atletas de Belém, Ananindeua, Bragança, Paragominas, Parauapebas, Curionópolis, Serras dos Carajás, Novo  Repartimento, Imperatriz-MA e Teresina-PI.

O evento começou às 9 horas, com a presença de autoridades locais, do presidente da Federação Paraense de Judô, Alcindo Campos, e do diretor jurídico da federação, Gabriel Farias. 

Alcindo destacou a importância da cidade de Marabá para o judô paraense, não só como celeiro de judocas, mas também pela capacidade de organizar um evento dessa magnitude.

Em seguida, David Carvalho, presidente da Associação Marabaense de Judô (AMAM) agradeceu o apoio da Prefeitura de Marabá, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer de Marabá e Secretaria de Esporte e Lazer do Estado, que viabilizaram o evento.

As disputas da categoria mirim e infantil foram as primeiras a entrar no tatame. Em seguida, as lutas do Judô Para Todos, que compreende judocas com deficiências visuais e intelectuais de toda a região, deixando ali naquela praça de esportes uma lição de vida por parte de cada um dos atletas, que supera todas as barreiras para chegar ao pódio.

Na sequência, a categoria máster, depois sênior feminino e masculino, sub 13, sub 21, sub 15 sub 18 e, encerrando a competição, o absoluto máster, sem divisão de peso.

A equipe anfitriã conquistou várias medalhas de ouro. Os destaques ficaram por conta dos atletas Willian Wesley, campeão no sub 18 e sênior. Ele também faz parte da seleção paraense estudantil, que irá disputar o Jogos da Juventude no mês de novembro, em Brasília, e o Judoca Diego Silva, campeão no Sub 21 e Sênior.

Na contagem geral de pontos, onde são premiadas as cinco primeiras associações da competição, o maior número de medalhas ficou assim: Em 5º lugar, Associação Mazzili, de Imperatriz; o 4º foi para a Sejel/Rancho; o 3º ficou com a AMAM (Associação Marabaense de Artes Marciais); a vice-campeã, ASFAM (Associação Souza Filho de Artes Marciais) e a grande campeã foi a Cia. Atlética.

As delegações retornaram para suas cidades de origem no domingo, depois de desfrutarem um pouco das belezas naturais da nossa cidade e da abertura do verão marabaense.

SERVIÇO

Os atletas da AMAM fazem parte do projeto Judô, funcionando na Escola CAIC, na Folha 13, e no bairro Liberdade, Avenida Goiás. Eles trabalham com cerca de 80 crianças e adolescentes. As aulas são ministradas pelos senseis Cintra de Oliveira e Tadeu Pinheiro.

Mas informações sobre as aulas de judô, ligar para 94-99136-2736 ou 94-98118-4993. (Márcio Aquino)

 

O ginásio Renato Veloso, na Folha 16, Nova Marabá, foi palco da XIV Copa Marabá de Judô, 4ª etapa do Campeonato Paraense de Judô e seletiva para o brasileiro da categoria sub 15, masculino e feminino. Tudo isso no último final de semana, num evento intenso de atividades e disputas saudáveis.

Os atletas classificados vão compor a Seleção Paraense dessas respectivas categorias, que irão disputar o brasileiro na cidade de Lauro de Freitas, na Bahia, no segundo semestre deste ano. 

As disputas aconteceram nas categorias Baby 2 a 4 anos, pré-mirim 5 a 6 anos, mirim 7 a 8 anos, mirim 9 a 10 anos, sub 13, 11 a 12 anos, sub 15, 13 a 14 anos, sub 18, 15 a 17 anos, sub, 21 18 a 20 anos, sênior, Máster, Paralímpica e, ainda, uma competição inédita, absoluto para a categoria Máster.

A competição contou com a participação de mais de 20 associações e 300 atletas de Belém, Ananindeua, Bragança, Paragominas, Parauapebas, Curionópolis, Serras dos Carajás, Novo  Repartimento, Imperatriz-MA e Teresina-PI.

O evento começou às 9 horas, com a presença de autoridades locais, do presidente da Federação Paraense de Judô, Alcindo Campos, e do diretor jurídico da federação, Gabriel Farias. 

Alcindo destacou a importância da cidade de Marabá para o judô paraense, não só como celeiro de judocas, mas também pela capacidade de organizar um evento dessa magnitude.

Em seguida, David Carvalho, presidente da Associação Marabaense de Judô (AMAM) agradeceu o apoio da Prefeitura de Marabá, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer de Marabá e Secretaria de Esporte e Lazer do Estado, que viabilizaram o evento.

As disputas da categoria mirim e infantil foram as primeiras a entrar no tatame. Em seguida, as lutas do Judô Para Todos, que compreende judocas com deficiências visuais e intelectuais de toda a região, deixando ali naquela praça de esportes uma lição de vida por parte de cada um dos atletas, que supera todas as barreiras para chegar ao pódio.

Na sequência, a categoria máster, depois sênior feminino e masculino, sub 13, sub 21, sub 15 sub 18 e, encerrando a competição, o absoluto máster, sem divisão de peso.

A equipe anfitriã conquistou várias medalhas de ouro. Os destaques ficaram por conta dos atletas Willian Wesley, campeão no sub 18 e sênior. Ele também faz parte da seleção paraense estudantil, que irá disputar o Jogos da Juventude no mês de novembro, em Brasília, e o Judoca Diego Silva, campeão no Sub 21 e Sênior.

Na contagem geral de pontos, onde são premiadas as cinco primeiras associações da competição, o maior número de medalhas ficou assim: Em 5º lugar, Associação Mazzili, de Imperatriz; o 4º foi para a Sejel/Rancho; o 3º ficou com a AMAM (Associação Marabaense de Artes Marciais); a vice-campeã, ASFAM (Associação Souza Filho de Artes Marciais) e a grande campeã foi a Cia. Atlética.

As delegações retornaram para suas cidades de origem no domingo, depois de desfrutarem um pouco das belezas naturais da nossa cidade e da abertura do verão marabaense.

SERVIÇO

Os atletas da AMAM fazem parte do projeto Judô, funcionando na Escola CAIC, na Folha 13, e no bairro Liberdade, Avenida Goiás. Eles trabalham com cerca de 80 crianças e adolescentes. As aulas são ministradas pelos senseis Cintra de Oliveira e Tadeu Pinheiro.

Mas informações sobre as aulas de judô, ligar para 94-99136-2736 ou 94-98118-4993. (Márcio Aquino)

 

Comentários

Mais

Nos pênaltis, Remo bate CSA em Maceió e segue na Copa do Brasil

Nos pênaltis, Remo bate CSA em Maceió e segue na Copa do Brasil

O Remo se classificou à terceira fase da Copa do Brasil. Nesta terça-feira (13), o Leão Azul derrotou o CSA…
E o Águia? Será se classifica?

E o Águia? Será se classifica?

No dia da cerimônia de apresentação do elenco do Águia, eu questionei o técnico João Galvão sobre qual a estratégia…
Conmebol anuncia doação de 50 mil vacinas da Sinovac para jogadores

Conmebol anuncia doação de 50 mil vacinas da Sinovac para jogadores

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) disse que receberá 50 mil doses de vacinas contra covid-19 doadas pelo laboratório chinês…
Com seis brasileiros, Copa Sul-Americana começa no dia 20 de abril

Com seis brasileiros, Copa Sul-Americana começa no dia 20 de abril

Os seis times brasileiros classificados para a atual edição da Copa Sul-Americana ficaram sabendo nesta segunda-feira (12) as datas das…
Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil

Flamengo bate Palmeiras nos pênaltis e leva Supercopa do Brasil

Em jogo eletrizante, o atual campeão Brasileiro, Flamengo, venceu neste domingo (11) o atual campeão da Copa do Brasil, Palmeiras, pelo placar…
Remo entra no PES 2021 e torcedores comemoram

Remo entra no PES 2021 e torcedores comemoram

A quinta-feira, 8, não foi de ver o Remo apenas dentro de campo. No mundo virtual o clube entrou de…