Correio de Carajás

Marabá: Homem é esfaqueado e depois jogado no rio

Corpo estava perto da mata ciliar e deu trabalho para ser içado pelos bombeiros e outros agentes públicos/ Fotos: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Permanecia sem identificação até o início da noite de ontem (12), um corpo que foi encontrado boiando no Rio Tocantins, perto da confluência com o Itacaiúnas, abaixo da fazenda Guará, ainda pela manhã. O que se sabe até agora é que se trata de um corpo do sexo masculino, mas o adiantado estado de decomposição dificultou a identificação do cadáver. Por outro lado, segundo informação do Instituto Médico Legal (IML), as causas da morte foram golpes de arma branca e afogamento.

De acordo com o que a reportagem do CORREIO apurou, o Corpo de Bombeiros de Marabá foi acionado por volta das 10h pelo Núcleo Integrado de Operações Policiais (NIOP-190) e seguiram até o local. Além dos militares do Corpo de Bombeiros, também atuaram no resgate servidores da prefeitura de Marabá, que trabalham em uma embarcação fazendo a limpeza das margens do rio.

Corpo de Bombeiros foi acionado pelo NIOP por volta das 10h da manhã de ontem

Depois que o cadáver foi içado, os peritos do IML fizeram os primeiros levantamentos no corpo e em seguida levaram para a sede do instituto para a necropsia e depois recolhido à câmara fria do IML, onde ficará depositado até que algum familiar reclame o corpo ou então será sepultado como indigente.

Leia mais:

Ainda não é possível dizer se o homem foi morto e jogado no Rio Itacaiúnas e boiou até ser achado no Tocantins ou se ele lançado no próprio Tocantins. Por conta dessa dificuldade em obter informações iniciais, o Departamento de Homicídios da Polícia Civil pede à população que colabore com as investigações por meio do Disque Denúncia.

O Instituto Médico legal não deu nenhuma previsão sobre quanto tempo o corpo ficará na câmara fria, mas como as vítimas de morte violenta da região de Parauapebas também estão vindo para Marabá, devido à falta momentânea de legistas no IML daquela cidade, o volume de corpos na câmara tem sido maior, de modo que o sepultamento pode ocorrer em pouco tempo. (Chagas Filho)

SAIBA MAIS

Os números do Disque Denúncia Sudeste do Pará são (94) 3312-3350 e (94) 98198-3350 (WhatsApp). Existe ainda o Aplicativo Disque Denúncia Sudeste do Pará.

Comentários

Mais

Mãe de homem espancado até a morte cobra justiça

Mãe de homem espancado até a morte cobra justiça

Em entrevista exclusiva ao Portal Correio de Carajás, Joana Fernandes dos Santos acusou uma mulher com quem o filho, José…
Corpos de vítimas de afogamento são encontrados no sul do Pará

Corpos de vítimas de afogamento são encontrados no sul do Pará

Os corpos de dois jovens vítimas de afogamento, ambos de 20 anos, que haviam desaparecido no último final de semana…
Quatro pessoas são presas por embriaguez ao volante no final de semana

Quatro pessoas são presas por embriaguez ao volante no final de semana

A Polícia Civil registrou este final de semana quatro prisões após flagrantes de embriaguez ao volante, em Marabá. Na noite…
Após briga por drogas, homem mata amigo enforcado

Após briga por drogas, homem mata amigo enforcado

Cristiano Viana da Costa, 28 anos, foi preso em flagrante na manhã de sábado (12) em Marabá, após confessar que…
Pecuarista é executado em tocaia na porteira da fazenda

Pecuarista é executado em tocaia na porteira da fazenda

A Polícia Civil investiga como crime de execução a morte do pecuarista Marcos Dias Nogueira, conhecido como Marcão do Boi,…
Papagaio entoa um “socorro, ladrão“ e suspeito é preso

Papagaio entoa um “socorro, ladrão“ e suspeito é preso

Um caso inusitado foi registrado na região nordeste do Pará na manhã deste sábado (12). Um papagaio gritou pega ladrão,…