Correio de Carajás

Manifestantes pedem saída de Sergio Camargo da Fundação Palmares

Manifestação contra Sérgio Camargo em frente à sede Fundação Palmares Foto: Washington Luiz - O Globo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Integrantes de entidades e organizações antifascistas realizaram uma manifestação na manhã desta sexta-feira em frente à sede da Fundação Palmares. Eles pediram a saída do presidente do órgão, Sergio Camargo, que chamou o movimento negro de “escória maldita” e ironizou o Dia Nacional da Consciência Negra.

– A nossa principal reivindicação é a retirada imediata de Sérgio Camargo da presidência da Fundação Cultural Palmares e de todas e todos como ele que possam ser colocados nessa cadeira –  afirmou a pastora Val Moraes, presidente da Aliança de Negras e Negros Evangélicos do Brasil.

– A gente está aqui para dizer para esse senhor que nós somos o povo que o Brasil precisa e através desse povo aqui que o Brasil tem várias políticas públicas, e eles estão acabando com ela. Eu fiz a minha parte, fui na delegacia especializada, fiz a minha a queixa. Acredito nas autoridades do Brasil e a justiça vai ser feita – disse Mãe Baiana.

Leia mais:
 Mãe Baiana de Oyá denunciou Sérgio Camargo por injúria racial e discriminação religiosa Foto: Washington Luiz - O Globo
Mãe Baiana de Oyá denunciou Sérgio Camargo por injúria racial e discriminação religiosa Foto: Washington Luiz – O Globo

Cerca de 90 pessoas participam do ato, segundo a Polícia Militar do Distrito Federal. De forma pacífica, os manifestantes também ecoarem gritos de “fora, Bolsonaro” e pediram justiça pelas mortes da ex-vereadora Marielle Franco e dos meninos João Pedro e Miguel Otávio. 

As reações contra Sergio Camargo se intensificaram nesta semana após a divulgação de um áudio uma reunião de 30 de abril em que ele xinga Zumbi dos Palmares, um dos símbolos do movimento negro. Na mesma gravação, o presidente da Palmares diz que “não vai ter nenhum centavo para macumbeiro”. O áudio do diálogo foi divulgado pelo jornal “O Estado de S.Paulo” .

A Defensoria Pública da União (DPU) entrou, na noite de quarta-feira, com um pedido de tutela provisória de urgência no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para suspender a nomeação do jornalista. Também foi protocolado na Câmara dos Deputados, um pedido para que o Ministério Público Federal (MPF) instaure inquérito para investigar a fala de Camargo.

Seguindo o exemplo de outros representantes da sociedade civil, a Coalizão Negra por Direitos, que
reúne mais de 150 organizações e entidades negras e antiracistas tas pelo país, também entrou com uma representação  contra Camargo no  Ministério  Público Federal. A Coalizão pede que se ja aberto inquérito para apurar sua “sistêmica ação racista na condução da Fundação Cultural Palmares”.

O grupo solicita que se apurem as condutas de Camargo “atentando-se não só para os desvios de finalidade da Fundação na construção  e efetivação de políticas sociais étnicos – raciais voltadas para a garantia dos valores sociais, culturais, políticos e econômicos da comunidade negra, bem como seus atos de improbidade administrativa e condutas criminosas (racismo). (Fonte: O Globo)

Comentários

Mais

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

Dr. Naves retorna a Marabá e é recebido com festa por familiares e amigos

José Divino Naves, mais conhecido como Dr. Naves, desembarcou às 16h30 deste sábado (18) em Marabá, após passar 5 meses…
Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Índice reúne dados sobre a inclusão de brasileiros com deficiência

Passados 11 anos desde a realização do último censo nacional, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural, uma associação sem…
Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

Anvisa aprova indicação de baricitinibe para covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou na noite desta sexta-feira que aprovou a indicação do medicamento baricitinibe para…
Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

Pará registra 587.922 casos de Covid-19 e 16.578 mortes pela doença

O Pará contabilizou mais 51 casos de Covid-19 e 4 mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“Forma Pará” recepciona calouros de Jacundá e Itupiranga

“O Forma Pará, antes de qualquer coisa, é um programa que cuida de pessoas. E vocês também serão profissionais que…
Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

Família de adolescente morto por “Trem da Alegria” não recebeu apoio financeiro da empresa

A família do adolescente Marcos Henrique dos Santos, de 14 anos, que foi morto na noite desta quinta-feira (16), no…