Correio de Carajás

Mais de 700 adolescentes foram mães no ano passado em Parauapebas

Divulgação
Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dos 4.636 partos realizados na rede municipal de Parauapebas, no ano passado, 709 foram em adolescentes, representando um índice de 15,3%. A faixa etária é de 12 a 19 anos, conforme classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Os dados foram divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas (Semsa), na Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência.

Para a assistente social da Semsa, Gardênia Lima, a gravidez na adolescência é um problema de saúde pública e deve ser debatido, por isso a importância da campanha, mesmo que o índice do município seja inferior quando comparado ao nacional. No Brasil, a taxa é de 68,4% nascimentos para cada mil adolescentes. 

Gardênia, alerta para as consequências de uma gravidez não planejada e precoce. “A gente poderia falar de cara sobre a evasão escolar. Quando não tem o acolhimento necessário muitas não conseguem retomar os estudos, não se profissionalizam, iniciando um ciclo que vai passando de geração”.

Leia mais:

A gravidez acontece em todas as classes sociais, mas há um perfil predominante. A maioria se dá na “classe social mais humilde”, diz, acrescentando que muitas mães sequer são alfabetizadas. As garotas negras e pardas também integram este perfil.

A assistente destaca que todas estas temáticas precisam ser abordadas, sendo necessário o diálogo em casa, para que os adolescentes tenham acesso à informação segura. Outro ponto importante a ser discutido são os casos de violência sexual, resultando em gravidez.

A enfermeira e supervisora da Rede Cegonha, Lorene Raquel Ferreira, alerta para os problemas logo no início da gestação, perdurando até o nascimento. “Um dos problemas é que essas adolescentes demoram a procurar o serviço de saúde para iniciar o pré-natal, os primeiros três meses são extremamente importantes pelo risco nutricional”, fala.

O acompanhamento tardio da gravidez pode ocasionar o parto prematuro e sequelas para o bebê. 

Sobre o tema, a Semsa realizará apresentações de lives. A primeira, em alusão à Campanha de Prevenção da Gravidez na Adolescência, será realizada na quinta-feira (11), às 19 horas, transmitida pelo Facebook da prefeitura.

A Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência foi instituída pelo Governo do Brasil em 2019, por meio da lei nº 13.798. A campanha é voltada para adolescentes, jovens, pais ou responsáveis. (Theíza Cristhine e Rayane Pontes)

Comentários

Mais

MPPA firma Termo de Ajuste de Conduta para garantir material e ações educativas para alunos com autismo

MPPA firma Termo de Ajuste de Conduta para garantir material e ações educativas para alunos com autismo

A 13ª Promotoria de Justiça de Justiça de Marabá firmou no último dia 9 de junho, Termo de Ajuste de Conduta com…
MPF cobra cumprimento da Reforma Agrária e Regularização Fundiária a Eldorado do Carajás e INCRA

MPF cobra cumprimento da Reforma Agrária e Regularização Fundiária a Eldorado do Carajás e INCRA

O Ministério Público Federal (MPF) expediu nesta terça-feira (15) recomendações ao município de Eldorado dos Carajás, no sudeste do Pará,…
SUS não recebeu vacinas prometidas por Wizard e Hang

SUS não recebeu vacinas prometidas por Wizard e Hang

Cem dias após o Brasil autorizar a compra e doação de vacinas ao SUS pelo setor privado, nenhuma dose foi…
Vacinas Sputnik V serão enviadas ao Brasil em julho, diz Camilo Santana

Vacinas Sputnik V serão enviadas ao Brasil em julho, diz Camilo Santana

As vacinas russas contra a Covid-19, a Sputnik V, serão entregues ao Brasil no mês de julho, conforme o governador…
PL prevê semana educativa no combate ao cerol em Parauapebas

PL prevê semana educativa no combate ao cerol em Parauapebas

Foi aprovado em Sessão Ordinária da Câmara dos Vereadores de Parauapebas nesta terça-feira (15) um projeto de lei que prevê…
Aneel prorroga proibição de corte de luz por inadimplência

Aneel prorroga proibição de corte de luz por inadimplência

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu hoje (15) que vai prorrogar por mais três meses a proibição de…