Correio de Carajás

Mais de 30% da malha ferroviária está inutilizados, diz estudo da CNI

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
1 Visualizações

Um estudo feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com base em dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mostra que mais de 30% da extensão de trilhos ferroviários do país estão inutilizados e 23% estão sem condições operacionais.

O estudo, denominado “Transporte ferroviário: colocando a competitividade nos trilhos”, integra uma série de 43 documentos sobre temas estratégicos que a entidade entregará aos candidatos à Presidência da República.

No documento, a sugestão é que o caminho para a superação dos gargalos no setor passa necessariamente pelo aumento da conectividade do sistema, do tamanho da malha e da velocidade média dos comboios.

Leia mais:

Problemas

Para os especialistas, a malha ferroviária do país é um sistema com deficiências e dificuldades específicas envolvendo as concessionárias, além da ausência de concorrência no mercado e falhas na interconexão das malhas. Segundo o estudo, as características dos contratos de concessão firmados na década de 1990 geraram esses problemas.

O gerente executivo de Infraestrutura da CNI, Wagner Cardoso, disse que uma forma de buscar a recuperação do setor é autorizar a prorrogação antecipada desses contratos de concessão, de forma que as concessionárias passem, a partir da renovação, a serem obrigadas a reservar uma parcela da capacidade instalada da ferrovia para compartilhamento e a investir valores preestabelecidos na melhoria e ampliação das malhas.

“Não renovar os contratos significa prolongar pelos próximos dez anos o reduzido volume de investimento e, consequentemente, os gargalos e trechos saturados disseminados no sistema ferroviário, congelando a atual capacidade de transporte das ferrovias do país”, afirmou Cardoso.

(Agência Brasil)

Comentários
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Mais

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Conforme prometido previamente, a categoria dos músicos da noite de Marabá, que estão sem poder trabalhar há várias semanas, em…
Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

O relatório “Transparência das informações ambientais na Amazônia Legal: o acesso à informação e a disponibilização de dados públicos”, lançado…
MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir, nos dias 3 e 4 de maio, as inscrições para as bolsas remanescentes…
Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

A cultura paraense é marcada por forte influência indígena. A contribuição do povo mais antigo no solo brasileiro pode ser…
Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Confusão e negligência no combate à Covid-19 fazem com que a pandemia esteja longe de terminar, mas a situação pode…
MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

Entre os dias 10 e 21 de abril, o Movimento Sem Terra (MST) tem ações afirmativas programadas em torno da…