Correio de Carajás

Ladrão furta equipamento avaliado em R$ 10 mil

João Francisco foi levado à sede policial na manhã desta sexta-feira (24)/Imagem: Ronaldo Modesto

PEBAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Além de inversor elétrico, sacos de cimento e uma Honda Pop 100 foram subtraídos por João Francisco Silva Soeiro

Um furto a uma reforma em residência particular do bairro Betânia, em Parauapebas, a prisão de João Francisco Silva Soeiro nesta sexta-feira (25). Ele surrupiou do imóvel um inversor de painel solar elétrico, avaliado em mais de R$ 10 mil, além de cinco sacos de cimento. Mas foi identificado por câmeras de segurança.

A subtração dos materiais teria acontecido na quarta-feira (22). Câmeras de segurança particulares dos vizinhos da residência flagraram João com sacos de cimento na garupa de uma Honda Pop 100, que inclusive consta com registro de furto/roubo no Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp).

Imagens captaram o momento em que João furtava sacos de cimento/Imagem: Acervo pessoal

A proprietária da residência, que pediu para não ser identificada, conversou com o Portal Correio de Carajás e disse ter reconhecido João pelas imagens feitas pelos vizinhos, além das câmeras de prédios das imediações e do Centro de Controle e Operações (CCO). O marido dela também o reconheceu, e ao vê-lo circulando pela rua novamente, o seguiu até sua casa, acionando a Guarda Municipal logo depois.

Leia mais:
GM Flávio Rodrigues com a moto usada por João, também produto de roubo/Imagem: Ronaldo Modesto

O guarda municipal Flávio Rodrigues Fonseca também cedeu entrevista ao CORREIO, dizendo que João não soube explicar a origem do material que estava em sua posse ao ser abordado. Com os produtos do furto e a moto roubada, o acusado foi conduzido à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil para prestação dos procedimentos cabíveis.

Segundo Flávio, João teria dito que recebeu R$ 50 para ir até a reforma da casa buscar o material e entregá-lo a uma segunda pessoa. O inversor foi vendido por João, mas o comprador concordou em devolvê-lo, uma vez que não sabia que alegou não saber que se tratava de produto de furto. (Juliano Corrêa)

Comentários

Mais

Cerca de 89m³ de toras de madeira transportadas ilegalmente são apreendidos

Cerca de 89m³ de toras de madeira transportadas ilegalmente são apreendidos

Duas cargas de madeira transportadas de maneira ilegal foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Pará. Uma delas tinha…
Dupla em moto executa homem em Serra Pelada

Dupla em moto executa homem em Serra Pelada

Um homicídio foi registrado na Rua São Francisco, em Serra Pelada, município de Curionópolis, nesta segunda-feira (18). A vítima foi…
Câmera registra furto de bicicleta avaliada em R$ 16 mil

Câmera registra furto de bicicleta avaliada em R$ 16 mil

Câmera de segurança privada registrou um furto em concessionária da Avenida Liberdade, próximo ao Bairro da Paz, em Parauapebas, na…
Garçom serve facada em estabelecimento e cliente é hospitalizado

Garçom serve facada em estabelecimento e cliente é hospitalizado

No final de semana, a Polícia Militar atendeu ocorrência em um estabelecimento onde funciona uma boate de shows, localizado na…
Final de semana com dois casos de violência doméstica

Final de semana com dois casos de violência doméstica

Nesse final de semana de Círio, que deveria ser de fé e prosperidade ao próximo, a Polícia Civil em Marabá…
Equatorial dá dicas para evitar assaltos em falsos atendimentos

Equatorial dá dicas para evitar assaltos em falsos atendimentos

A concessionária de energia elétrica Equatorial se pronunciou após uma tentativa de assalto ser registrada na última quinta-feira (14), no…