Correio de Carajás

Justiça lança projeto-piloto para redução da oferta de drogas ilícitas

Foto: Divulgação Operação Hórus
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou nesta terça-feira (26) o projeto-piloto do Centro de Excelência para a Redução da Oferta de Drogas Ilícitas (CdE). A estrutura permitirá a elaboração de pesquisas, mapeamento, relatórios e o compartilhamento de evidências científicas sobre os mercados de ilícitos de drogas no país.

Segundo a pasta, os dados gerados a partir do centro reforçarão as estratégias de combate ao tráfico de entorpecentes no país. Ainda de acordo com o ministério, serão realizadas pesquisas e análises relacionadas ao comportamento das organizações criminosas de tráfico nacional e internacional de drogas. O objetivo é gerar subsídios para tomada de decisão nas políticas públicas de redução da oferta de entorpecentes, em especial na retirada de receitas dessas organizações por meio da quebra do fluxo financeiro e do confisco de seus patrimônios.

O projeto-piloto tem duração inicial de 18 meses e, após esse período, poderá ser implementado efetivamente dentro das atividades da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas.

Leia mais:

O centro terá o apoio do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (Unodc), agência da ONU especializada em controle de drogas e prevenção da criminalidade, e de escritórios em diversos países, para fortalecer as capacidades estatísticas, analíticas e de monitoramento da segurança pública, o que irá ajudar a traçar estratégias de cooperação internacional dentro da temática.

De acordo com ministério, o intercâmbio de informações deve facilitar diálogos dentro do Brasil e com países vizinhos na busca por soluções articuladas, coordenadas e integradas para os problemas associados às drogas e ao crime. Além da parceria com o Unodc, o Centro de Excelência conta com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). (Agência Brasil)

Comentários

Mais

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

Funcionária de padaria tem braço quebrado após pedir que cliente colocasse a máscara

A funcionária de uma padaria no município de Palmares Paulista, no estado de São Paulo, teve o braço quebrado após solicitar…
Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Corpo de jovem de 17 anos é achado em balneário

Militares do Corpo de Bombeiros de Marabá localizaram no início da tarde desta terça-feira (15) o corpo do jovem Bruno…
Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Mulheres, parentes de presos, fazem manifestação em frente ao Fórum

Cerca de 30 mulheres, mães e companheiras de detentos presos em unidades prisionais de Marabá, se reuniram na manhã desta…
Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

Estelionatário espera Dia dos Namorados passar para enrolar a namorada

“O golpe tá aí, cai quem quer”. Wescley Fernando Rodrigues de Abreu foi preso no Bairro Nova Marabá, em Marabá…
PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

PRF interrompe passeio de Alexia e a manda para a prisão

A Polícia Rodoviária Federal prendeu Alexia Pereira da Silva, de 20 anos, nesta segunda-feira (14), em abordagem realizada num ônibus…
Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Com extensa ficha criminal, Gugu é preso em Parauapebas

Foram cumpridos nesta segunda-feira (14), em Parauapebas, três mandados de prisão, dois preventivos criminais e um civil, contra Jamilson Lopes…