Correio de Carajás

Jovens são flagrados torturando cavalo no Km-7

Um vídeo que circula em grupos de WhatsApp mostra dois jovens cometendo crueldade com um cavalo, em Marabá, mais precisamente no Km 7 (Nova Marabá), em uma área de mata, por trás do antigo clube da Leolar, que foi demolido. Até ontem (12) não havia Boletim de Ocorrência Policial sobre o caso na Polícia Civil de Marabá.

No vídeo, os “animais” pisam na cabeça e no pescoço do cavalo, machucam olhos do semovente indefeso e ainda exibem a própria crueldade, como se fosse uma vantagem. Além disso, usam também algum tipo de spray venenoso para dopar o animal.

Além do vídeo, um áudio também denuncia a crueldade imposta não apenas ao cavalo que aparece no vídeo, mas a outros animais que vivem errantes naquela região do Km 7. O denunciante, que não se identifica, afirma que os criminosos estão castrando os cavalos, sem anestesia, cortando os testículos, “por pura maldade”.

Leia mais:

De acordo com a Lei 9.605/98, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos gera uma pena de detenção, de três meses a um ano, e a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal. (Chagas Filho)

Comentários