Correio de Carajás

Jovens dedicam as férias para ajudar carentes do Bairro Amapá

De férias da escola ou da faculdade neste mês de julho, um grupo de 45 jovens resolveu doar o tempo de descanso para trabalhar em favor de famílias que vivem abaixo da linha da pobreza em um dos bairros mais necessitados de Marabá: o Amapá.

O grupo começou o mês de julho pedindo para amigos, de casa em casa e acabaram ganhando peças de roupas, acessórios e até móveis. Realizaram um bazar no dia 16 deste mês com o que conseguiram, mas logo viram que não era suficiente. Apareceram centenas de famílias e os 709 itens disponíveis foram adquiridos em menos de uma hora. A partir daí, decidiram ampliar os pedidos para usar o último dia de férias (30 de julho) para realizar um grande shopping popular sem que os moradores do Bairro Amapá gastem um real. “Estamos indo às lojas da cidade pedindo o que os comerciantes puderem contribuir, de roupa a acessórios como cintos, calçados”, diz um dos coordenadores do projeto, Breno Santos Miranda.

Além de oferecer os produtos do shopping, os Calebes convidam palestrantes para ministrar orientações aos moradores do bairro em relação à saúde, higiene, educação e relações familiares. “Ainda esta semana vamos levar ações de saúde como verificação de pressão arterial e palestra sobre leishmaniose visceral, um dos problemas crônicos que afligem dezenas de cães naquele bairro”, diz Breno Miranda, revelando que os Calebes também oferecem lanches para mais de 300 crianças e adultos que participam das palestras a caba noite.

Leia mais:

Legado

Além de oferecer roupas e acessórios no shopping gratuito, os Calebes estão deixando um legado para a comunidade do Bairro Amapá. A única escola pública do bairro – Basílio Miguel – tem nove salas de aula e vários problemas que precisam de reforma. Para amenizar os problemas, os jovens conseguiram dezenas de lâmpadas e melhoraram o sistema de iluminação, trocando também bocais e, ainda, realizaram reparos no sistema hidráulico dos banheiros.

Não é só Marabá

O Projeto Calebe se destina a mobilizar milhares de jovens em toda a América do Sul, desafiando-os a dedicarem parte de suas férias para fazerem trabalho comunitário em bairros carentes. Ele se tornou o maior movimento de jovens dos últimos tempos em milhares de cidades do Brasíl e de outros oito países da América do Sul. (Ulisses Pompeu)

De férias da escola ou da faculdade neste mês de julho, um grupo de 45 jovens resolveu doar o tempo de descanso para trabalhar em favor de famílias que vivem abaixo da linha da pobreza em um dos bairros mais necessitados de Marabá: o Amapá.

O grupo começou o mês de julho pedindo para amigos, de casa em casa e acabaram ganhando peças de roupas, acessórios e até móveis. Realizaram um bazar no dia 16 deste mês com o que conseguiram, mas logo viram que não era suficiente. Apareceram centenas de famílias e os 709 itens disponíveis foram adquiridos em menos de uma hora. A partir daí, decidiram ampliar os pedidos para usar o último dia de férias (30 de julho) para realizar um grande shopping popular sem que os moradores do Bairro Amapá gastem um real. “Estamos indo às lojas da cidade pedindo o que os comerciantes puderem contribuir, de roupa a acessórios como cintos, calçados”, diz um dos coordenadores do projeto, Breno Santos Miranda.

Além de oferecer os produtos do shopping, os Calebes convidam palestrantes para ministrar orientações aos moradores do bairro em relação à saúde, higiene, educação e relações familiares. “Ainda esta semana vamos levar ações de saúde como verificação de pressão arterial e palestra sobre leishmaniose visceral, um dos problemas crônicos que afligem dezenas de cães naquele bairro”, diz Breno Miranda, revelando que os Calebes também oferecem lanches para mais de 300 crianças e adultos que participam das palestras a caba noite.

Legado

Além de oferecer roupas e acessórios no shopping gratuito, os Calebes estão deixando um legado para a comunidade do Bairro Amapá. A única escola pública do bairro – Basílio Miguel – tem nove salas de aula e vários problemas que precisam de reforma. Para amenizar os problemas, os jovens conseguiram dezenas de lâmpadas e melhoraram o sistema de iluminação, trocando também bocais e, ainda, realizaram reparos no sistema hidráulico dos banheiros.

Não é só Marabá

O Projeto Calebe se destina a mobilizar milhares de jovens em toda a América do Sul, desafiando-os a dedicarem parte de suas férias para fazerem trabalho comunitário em bairros carentes. Ele se tornou o maior movimento de jovens dos últimos tempos em milhares de cidades do Brasíl e de outros oito países da América do Sul. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.