Correio de Carajás

João de Deus é condenado a mais 44 anos de prisão por estupro

João de Deus, ao ser preso novamente, em agosto de 2021 — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Esta é a quarta condenação do réu por crimes sexuais. Ele sempre negou ter abusado de mulheres durante atendimentos espirituais em Abadiânia.

João de Deus foi condenado a 44 anos de prisão por estupro contra duas mulheres e estupro de vulnerável contra outras duas vítimas. Esta é a quarta condenação dele por crimes sexuais durante atendimentos espirituais em Abadiânia. Ele segue em prisão domiciliar.

A denúncia pedia a condenação de João de Deus pelos crimes contra cinco mulheres. Porém, em um dos casos, o réu não foi considerado culpado por falta de provas.

De acordo com a sentença, assinada pelo juiz Marcos Boechat, os crimes aconteceram entre 2009 e 2018. Além da prisão, a Justiça determinou o pagamento de indenizações às vítimas que variam de R$ 20 mil a R$ 75 mil.

Leia mais:

A defesa de João de Deus disse que ainda não foi informada da condenação. Ainda cabe recurso da decisão. O réu sempre negou os crimes.

Condenações

 

  • por posse ilegal de arma de fogo, pena de 4 anos em regime semiaberto, novembro de 2019;
  • por crimes sexuais cometidos contra quatro mulheres, condenado a 19 anos em regime fechado, em dezembro de 2019;
  • por crimes sexuais cometidos contra cinco mulheres, sentenciado a 40 anos em regime fechado, em janeiro de 2020;
  • por violação sexual mediante fraude, a dois anos e meio de reclusão, que podem ser cumpridos em regime aberto, em maio de 2021;
  • por estupro e estupro de vulnerável contra quatro mulheres, a 44 anos de prisão.

 

Prisão

 

No dia 7 de dezembro de 2018, mulheres começaram a denunciar que foram abusadas sexualmente pelo réu durante atendimentos espirituais na casa Dom Inácio de Loyola. João de Deus foi preso inicialmente no dia 16 de dezembro em 2018.

Em março de 2020, ele passou a para o regime de prisão domiciliar. Porém, no dia 26 de agosto de 2021, o idoso voltou para o presídio. No mês seguinte, ele voltou ao regime domiciliar, em Anápolis, onde segue até esta quinta-feira (25).

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Vítima recebe ligação informando onde está sua moto roubada

Vítima recebe ligação informando onde está sua moto roubada

Um caso curioso teve início no último domingo (5), com um assalto a mão armada contra Marcilene Siqueira do Santos,…
Acusado de matar ex-namorada é condenado a 23 anos de prisão

Acusado de matar ex-namorada é condenado a 23 anos de prisão

Cassiano Araújo Silva, de 32 anos, acusado do assassinato da ex-namorada, a adolescente Kesia Alves Bezerra, de 17 anos, recebeu…
Carreta tomba na PA-287, motorista morre e populares saqueiam carga

Carreta tomba na PA-287, motorista morre e populares saqueiam carga

Uma carreta com carregamento de hortifrúti tombou na Rodovia PA-287, entre Redenção e Conceição do Araguaia, sul do Pará. O…
Idoso é sequestrado em São João e libertado em Marabá 8 horas depois

Idoso é sequestrado em São João e libertado em Marabá 8 horas depois

Raimundo Nonato Cruz, de 66 anos, foi sequestrado por volta das 13 horas desta terça-feira (7). O idoso estava em…
Assassinado na VS-10 é identificado

Assassinado na VS-10 é identificado

Foi identificado o homem morto nesta segunda-feira (6) na divisa entre os bairros São Lucas II e Morada Nova, no…
Homem é preso por agressão à companheira

Homem é preso por agressão à companheira

Na noite desta segunda-feira (6), a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica registrada no Vale…