Correio de Carajás

Itupiranga: Prestadores de serviços fazem churrasco em frente à Prefeitura; Confira vídeo

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
1 Visualizações

Circula um vídeo nas redes sociais mostrando um protesto inusitado na fachada da Prefeitura de Itupiranga, onde prestadores de serviço do transporte escolar reivindicam cinco meses de pagamento atrasado com um ‘churrasco’. A causa da inadimplência parte das empresas licitadas que realizam os transportes, que também não está sendo paga pela Prefeitura, gerando revolta nos trabalhadores.

O vereador Jordão Martins (PRB) está presente na manifestação defendendo os interesses das classes e lamentou o ponto que foi preciso chegar. “Esses trabalhadores possuem seus transportes e foram terceirizados para atuar pela empresa licitada. Mas a Prefeitura não está pagando a empresa, logo, ela entrou no quinto mês que não paga os trabalhadores sublocados, uma situação lamentável”, desabafa o vereador.

Ao ser questionado sobre o motivo pelo qual a Prefeitura não estaria realizando os pagamentos, o parlamentar respondeu: “Essa é uma pergunta que eu insistentemente faço à prefeitura como vereador. Já enviei vários ofícios solicitando resposta por parte do prefeito, mas eles quase não respondem, e quando se pronunciam é abordando algo indiferente ao que foi questionado”, alegou Jordão Martins.

Leia mais:

A carne utilizada no ‘churrasco’ que chamou a atenção de todos, foi fornecida por comerciantes do município e produtores rurais. “Esse churrasco foi feito no intuito de alimentar os trabalhadores que vieram para a cidade participar da manifestação. 90% são da zona rural como Vila São Sebastião, Vila Jerusalém, Vila Cruzeiro do Sul, entre outras”, explica o vereador Jordão Martins.

Além disso, segundo o parlamentar, os trabalhadores levaram redes e lençóis para acampar na fachada da prefeitura, onde pretendem passar a noite. “A situação deles está tão crítica que nem dinheiro para pagar um hotel na cidade eles têm”, pontua Jordão.

Um dos prestadores de serviço que está no local, Abílio Monteiro, veio do Distrito de Cajazeiras e se queixa que desde setembro é tolerado os atrasos para não prejudicar os alunos que dependem do transporte. “Estamos sofrendo junto com os alunos, pois sem o pagamento não há como arcar com as despesas dos veículos, como manutenção e gasolina, por exemplo”, desabafa Abílio

Ainda segundo Abílio, alguns prestadores de serviço conseguiram continuar com o transporte escolar, outros já tiveram que paralisar devido à falta de recursos. “Entendemos que isso prejudica muito nossas crianças, ficar sem ir à escola. Mas nós também estamos passando por uma situação difícil por estarmos endividados pela falta de pagamento”, explica.

Posicionamento

O Correio de Carajás entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Itupiranga às 17h02 e até o momento segue aguardando uma resposta oficial do órgão sobre a situação. (Zeus Bandeira)

Comentários
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Mais

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Músicos fecham acesso à ponte rodoferroviária com barreira

Conforme prometido previamente, a categoria dos músicos da noite de Marabá, que estão sem poder trabalhar há várias semanas, em…
Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

Pará se destaca na Amazônia em transparência de dados ambientais

O relatório “Transparência das informações ambientais na Amazônia Legal: o acesso à informação e a disponibilização de dados públicos”, lançado…
MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir, nos dias 3 e 4 de maio, as inscrições para as bolsas remanescentes…
Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

Casa da Cultura de Canaã celebra o Mês do Índio

A cultura paraense é marcada por forte influência indígena. A contribuição do povo mais antigo no solo brasileiro pode ser…
Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Pandemia de covid-19 "está longe de terminar", diz chefe da OMS

Confusão e negligência no combate à Covid-19 fazem com que a pandemia esteja longe de terminar, mas a situação pode…
MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

MST programa ações em torno dos 25 anos do Massacre de Eldorado

Entre os dias 10 e 21 de abril, o Movimento Sem Terra (MST) tem ações afirmativas programadas em torno da…