Correio de Carajás

Instituições de ensino privadas protestam em Parauapebas

Foto: Juliano Corrêa
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Depois de comerciantes, donos dos bares e proprietários de academia se manifestarem em razão do lockdown que vigorou em Parauapebas até este domingo (28), agora os representantes das instituições de ensino privadas realizam protesto pacífico em frente ao prédio da Prefeitura Municipal, na manhã desta segunda-feira (29).

Na pauta está o novo decreto municipal que flexibilizou algumas medidas restritivas, como promover a reabertura do comércio, mas manteve a suspensão das aulas presenciais. O documento foi assinado pelo prefeito, Darci Lermen, na manhã de sábado (27) e passou a valer ainda no domingo.

O novo texto segue as diretrizes do governo estadual para áreas em bandeira vermelha. Neste contexto, a realização de aulas presenciais em creches e escolas privadas estão suspensas até esta quinta-feira, dia 1º de abril, podendo ser realizadas na modalidade remota.

Leia mais:

Evandro Santana de Sousa, de 36 anos, diretor de uma escola que presta serviços de Maternal e Fundamental I, não vê motivos para que as escolas não sejam reabertas desde que seguidos os protocolos sanitários recomendados.

Conforme ele, as aulas online não rendem tanto aproveitamento como as presenciais e defende que menos de 25% da contaminação acontece nestes ambientes, considerando injusta a reabertura do comércio enquanto as instituições de ensino permanecem fechadas.

A professora Darcilene Lima dos Santos, de 39 anos, que atua em Jardim de Infância, se diz preocupada com a renda familiar dos trabalhadores do setor. “É difícil ficar sem trabalhar. Ficamos à deriva após reabertura do comércio sem a abertura de escolas. Se não trabalhar não há renda”, diz, defendendo também adoção de medidas sanitárias para o funcionamento das escolas. “Tem sido muito difícil pagar as contas”, afirma.

Conforme os manifestantes, representantes de 20 instituições integram o protesto pacífico e uma comissão se reúne com representantes da gestão municipal. O Correio de Carajás solicitou posicionamento da assessoria de comunicação da Prefeitura de Parauapebas e aguarda retorno. (Juliano Corrêa e Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Mega-Sena: aposta única leva prêmio de R$ 43,2 milhões

Uma aposta feita em Balneário Camboriú (SC) levou o prêmio de R$ 43,2 milhões da Mega-Sena. O apostador acertou as…
Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

Bolsonaro faz 'motociata' em SP ao lado de apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro está em passeata pela cidade de São Paulo, em manifestação organizada por integrantes de clubes de…
Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Aos 80 anos, morre o ex-vice-presidente Marco Maciel

Morreu neste sábado (12), aos 80 anos, o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo o genro do político, Joel Braga,…
Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

Capacitação de profissionais é aposta para combater trabalho infantil

No lugar da boneca e do carrinho, a enxada e a vassoura. No lugar do tempo para estudo e descanso,…
Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

Casal passou a morar junto e construiu sua “família”

  A história de Juliana Milhomem e Victoria Kaline é semelhante à de Polyana e Amanda. Ambas se conheceram em…
Mulheres que são felizes com outras mulheres

Mulheres que são felizes com outras mulheres

“Consideramos justa toda forma de amor”. Parafraseando Lulu Santos, começamos essa história com o trecho da emblemática música “Toda forma…