Correio de Carajás

Índia supera 18 milhões de infecções por covid-19

Foto: Reuters / Francis Mascarenhas

PANDEMIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

País registra recorde diário de mortes

O total de casos da covid-19 na Índia passou de 18 milhões nesta quinta-feira (29), na esteira de mais um recorde mundial de infecções diárias, enquanto coveiros trabalham 24 horas para enterrar vítimas e fileiras de piras funerárias são montadas em parques e estacionamentos.

O país relatou 379.257 casos novos da covid-19 e 3.645 mortes adicionais nesta quinta-feira, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Trata-se do maior número de óbitos registrados em um único dia desde o início da pandemia no país.

A segunda nação mais populosa do planeta está em uma crise profunda, já que seus hospitais e necrotérios estão sobrecarregados e os profissionais de saúde têm dificuldade de lidar com a pandemia.

Leia mais:

Sayyed Munir Kamruddin, um coveiro de 52 anos de Mumbai, disse que ele e os colegas estão trabalhando sem parar para sepultar vítimas da covid-19.

“Não tenho medo da covid, trabalho com coragem. É tudo questão de coragem, não de medo”, disse.

Todos os dias, milhares de indianos procuram freneticamente leitos hospitalares e oxigênio para salvar a vida de familiares doentes, usando aplicativos de redes sociais e contatos pessoais. Quando leitos hospitalares ficam disponíveis, especialmente em unidades de tratamento intensivo, são ocupados em minutos.

“A ferocidade da segunda onda de fato pegou todos de surpresa”, disse K. VijayRaghavan, principal conselheiro científico do governo indiano, segundo o jornal Indian Express.

“Embora estivéssemos todos cientes de segundas ondas em outros países, tínhamos vacinas à mão, e nenhuma indicação de exercícios de modelo apontavam a escala da disparada.”

Os militares da Índia começaram a transportar suprimentos médicos essenciais, como cilindros de oxigênio, por todo o país e abrirão suas instalações de saúde aos civis. Hotéis e vagões de trem estão sendo convertidos em instalações de atendimento de urgência para compensar a carência de leitos hospitalares.

A maior esperança da Índia para conter sua segunda onda mortal da covid-19 é vacinar sua vasta população, disseram especialistas, e na quarta-feira (28) o país abriu inscrições para todas as pessoas acima de 18 anos receberem doses a partir de sábado (1).

Mas a Índia, mesmo sendo a maior fabricante mundial de vacinas, não tem estoque para as estimadas 800 milhões de pessoas autorizadas a se vacinarem. (Agência Brasil)

Mais

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Em visita a Marabá nesta quarta-feira (12) o governador Helder Barbalho rodou a cidade fazendo inaugurações, assinando ordens de serviço,…
Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Um cruzamento entre a Avenida VS-10 e a Rua Florita, na altura do Bairro Morada Nova, em Parauapebas, tem causado…
Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez micro, pequenas ou médias empresas (73,4%) do país estão fazendo vendas online durante a pandemia do novo coronavírus.…
Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

O Brasil já tem instalada a sua primeira antena rural destinada à quinta geração de internet (5G). A tecnologia funcionará,…
Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

A Defensoria Pública do Pará (DPE) emitiu uma recomendação ao Governo do Estado para que as pessoas privadas de liberdade…
Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Um novo sistema global transparente deveria ser criado para apurar surtos de doenças, habilitando a Organização Mundial da Saúde (OMS)…