Correio de Carajás

Hospital Regional passa a notificar doação de órgãos a partir de morte encefálica

Médicos que atuam na UTI Adulto participaram de capacitação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, o Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, passou a fazer parte do rol de hospitais que integram a rede de articulação do Sistema Estadual de Transplante, coordenado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Por enquanto, a Unidade não fará diretamente a captação nem o transplante de órgãos e tecidos, mas terá um papel crucial no atendimento às pessoas cadastradas no Sistema de Lista Única, que reúne os potenciais receptores de órgão, tecido, célula ou parte do corpo, residentes no Brasil: a notificação sobre possíveis doações de órgãos de pacientes com morte encefálica internados no HRSP.

Neste mês, os médicos que atuam na Unidade de Terapia Intensiva Adulto participaram de uma capacitação sobre os critérios para o diagnóstico da morte encefálica, regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina. As orientações foram repassadas pelos médicos David Tozetto e Tatiana Teixeira, que replicaram na Unidade o conteúdo abordado no treinamento realizado em Belém, ministrado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

Leia mais:

Junto com a criação da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), a capacitação dos médicos para a determinação de morte encefálica é uma das etapas obrigatórias para que os estabelecimentos de saúde no Brasil possam notificar as Centrais Estaduais de Transplante.

Em Marabá, inicialmente, o trabalho será voltado para a captação de córnea e rins, os órgãos mais transplantados no País. De acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos, em 2018, 23.534 transplantes foram realizados no Brasil. Destes, 88% foram de córnea e rim, 9,2% de fígado, 1,5% de coração, 0,7% de pâncreas e 0,6% de pulmão. (Ascom/HRSP)

Mais

Tião agenda reunião com professores de Marabá para negociar dívida

Tião agenda reunião com professores de Marabá para negociar dívida

Os professores da rede municipal podem, finalmente, ter um encontro cara a cara com o prefeito Tião Miranda, de Marabá.…
Centenas ignoram vírus e aglomeram na Orla de Marabá

Centenas ignoram vírus e aglomeram na Orla de Marabá

Aglomeração, falta de uso de máscara, som alto, consumo de bebidas alcoólicas e desrespeito às medidas de segurança. Foi isso…
Autoescolas reivindicam centro de treinamento em protesto

Autoescolas reivindicam centro de treinamento em protesto

Uma manifestação pacífica tomou conta da entrada da sede da Prefeitura de Parauapebas, promovida pela Associação das Autoescolas de Parauapebas…
Já entregou o IRPF? Prazo acaba dia 31

Já entregou o IRPF? Prazo acaba dia 31

Se você ainda não entregou sua declaração do Imposto de Renda 2021 (IRPF) é melhor se apressar, o prazo acaba…
Cadastro para regularização fundiária do Bairro Liberdade continua

Cadastro para regularização fundiária do Bairro Liberdade continua

As equipes da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab) e do Instituto de Terras do Pará (Iterpa) retornaram,…
Webinário debate os impactos da pandemia no setor cultural

Webinário debate os impactos da pandemia no setor cultural

Shows cancelados, cinemas fechados e visitação suspensa a museus e espaços culturais. Eis o cenário que o setor cultural vive…