Correio de Carajás

Hospital Regional de Marabá ganha selo Green Kitchen pela 3ª vez

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Há mais de dez anos, dona Maria de Sousa é cozinheira no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), unidade pública gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Ela sabe que seu papel é fundamental na recuperação dos pacientes. ‘Nem só o medicamento cura, mas a alimentação também. Eu me sinto muito feliz em participar disso. Gosto que os pacientes saiam daqui todos saudáveis’, afirmou ela. 

A dedicação de cozinheiros, estoquistas, nutricionistas, copeiros e auxiliares administrativos e de Cozinha, para aprimorar o padrão de qualidade das refeições servidas na unidade, e a adoção de práticas sustentáveis levaram à conquista do selo Green Kitchen, pelo terceiro ano consecutivo. A certificação é emitida pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam), baseando-se em critérios internacionais de medição de eficiência na responsabilidade social e ambiental. 

Nesta edição, além de dar continuidade às ações já implementadas pelo Serviço de Nutrição e Dietética (SND), o hospital passará a separar o papelão dispensado na unidade. Dessa forma, 200 quilos mensais do material, que antes seriam levados para o aterro sanitário, serão doados a instituições que trabalham com reciclagem. Atualmente, o hospital já segrega lâmpadas queimadas, pilhas e o óleo usado na fritadeira da unidade, seguindo o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), com o objetivo de minimizar os impactos ambientais. 

Leia mais:

Para a coordenadora do SND, Nathália Lobato, desta vez, a renovação se deve, em grande parte, ao trabalho desenvolvido em conjunto com a Comissão de Sustentabilidade. ‘O Green Kitchen é o reconhecimento do compromisso da nossa equipe para oferecer para usuários e colaboradores um serviço de qualidade. Desde o primeiro ano que nossa cozinha foi aprovada com o selo, em 2015, buscamos tornar nossas atividades mais sustentáveis, afinal, promovemos a saúde’, argumentou a nutricionista. 

Hoje, a unidade tem como boa prática sustentável o  aproveitamento integral dos alimentos, agregando mais nutrientes ao cardápio e reduzindo os resíduos gerados, como a abóbora e o chuchu, que são cozidos e servidos com a casca. A iniciativa beneficia diretamente o usuário.

 (Divulgação/HRSP)

 

Há mais de dez anos, dona Maria de Sousa é cozinheira no Hospital Regional do Sudeste do Pará – Dr. Geraldo Veloso (HRSP), unidade pública gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Ela sabe que seu papel é fundamental na recuperação dos pacientes. ‘Nem só o medicamento cura, mas a alimentação também. Eu me sinto muito feliz em participar disso. Gosto que os pacientes saiam daqui todos saudáveis’, afirmou ela. 

A dedicação de cozinheiros, estoquistas, nutricionistas, copeiros e auxiliares administrativos e de Cozinha, para aprimorar o padrão de qualidade das refeições servidas na unidade, e a adoção de práticas sustentáveis levaram à conquista do selo Green Kitchen, pelo terceiro ano consecutivo. A certificação é emitida pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam), baseando-se em critérios internacionais de medição de eficiência na responsabilidade social e ambiental. 

Nesta edição, além de dar continuidade às ações já implementadas pelo Serviço de Nutrição e Dietética (SND), o hospital passará a separar o papelão dispensado na unidade. Dessa forma, 200 quilos mensais do material, que antes seriam levados para o aterro sanitário, serão doados a instituições que trabalham com reciclagem. Atualmente, o hospital já segrega lâmpadas queimadas, pilhas e o óleo usado na fritadeira da unidade, seguindo o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), com o objetivo de minimizar os impactos ambientais. 

Para a coordenadora do SND, Nathália Lobato, desta vez, a renovação se deve, em grande parte, ao trabalho desenvolvido em conjunto com a Comissão de Sustentabilidade. ‘O Green Kitchen é o reconhecimento do compromisso da nossa equipe para oferecer para usuários e colaboradores um serviço de qualidade. Desde o primeiro ano que nossa cozinha foi aprovada com o selo, em 2015, buscamos tornar nossas atividades mais sustentáveis, afinal, promovemos a saúde’, argumentou a nutricionista. 

Hoje, a unidade tem como boa prática sustentável o  aproveitamento integral dos alimentos, agregando mais nutrientes ao cardápio e reduzindo os resíduos gerados, como a abóbora e o chuchu, que são cozidos e servidos com a casca. A iniciativa beneficia diretamente o usuário.

 (Divulgação/HRSP)

 

Comentários

Mais

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…
Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

Pará gera mais de 3 mil postos formais de trabalho no setor de serviços

“Eu atuo no ramo de eventos, sou segurança, e em meio à pandemia o nosso trabalho parou. Atualmente, a banda…
Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Novo estudo descarta elo entre tipo sanguíneo e a incidência de Covid

Uma investigação feita com mais de 100 mil pessoas nos Estados Unidos demonstrou que não há relação entre o tipo sanguíneo…
Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

Pequeno ouvinte da Correio FM é premiado com bolo de aniversário

O garoto Angelo Miguel, pequeno ouvinte da nossa rádio, foi o grande ganhador da Promoção Aniversariante do Mês da Correio…
Coronafobia: transtornos compulsivos e de ansiedade por conta da pandemia

Coronafobia: transtornos compulsivos e de ansiedade por conta da pandemia

Há um ano que todo o Brasil vem enfrentando a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Sentimentos como incerteza e ansiedade…