Correio de Carajás

Hospital Regional de Marabá debate segurança na prescrição, uso e administração de medicamentos

Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Os hospitais gerenciados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar realizam, de 21 a 25 de janeiro, a 1ª Semana da Farmácia Hospitalar. Neste período, os participantes discutirão ações para alcançar o Desafio Global de Segurança do Paciente, lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em março de 2017. A ideia é reduzir pela metade os danos evitáveis associados a medicamentos em um período de cinco anos.

No Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, a programação envolverá mais de 600 profissionais e será estendida para pacientes e acompanhantes. Dentre os temas a serem abordados, destacam-se o uso racional de antibióticos, os riscos da automedicação, boas práticas farmacêuticas e a atuação do profissional da Farmácia na assistência à saúde.

Segundo a supervisora de Farmácia da Unidade, Letyce Santiago, o evento reforça práticas já adotadas pelo Hospital por meio do Programa Nacional de Segurança do Paciente, estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Leia mais:

“Situações adversas podem ocorrer em qualquer etapa da assistência, porém podem ser evitadas. Por isso, precisamos adotar práticas que garantam a segurança do paciente e da própria equipe. Além de debater esses mecanismos, o evento também é relevante para integrar a equipe assistencial, sempre levando em consideração que um erro pode ser fatal pra um paciente, e que esses medicamentos precisam ser administrados da forma correta para possibilitar a recuperação do usuário”, afirmou a farmacêutica.

De acordo com a OMS, os incidentes envolvendo medicamentos afetam, aproximadamente, 1,3 milhão de pessoas todos os anos, apenas nos Estados Unidos, país onde essas ocorrências são monitoradas constantemente. Estima-se que em nações de baixa renda os registros de incidentes envolvendo medicamentos sejam o dobro. Segundo a OMS, cálculo do custo associado a esses incidentes pode alcançar 42 bilhões de dólares por ano no mundo.

Programação completa

21/1 (segunda-feira):
8h30: 1ª Abertura com a apresentação da mensagem do Diretor Médico Corporativo, Fernando Paragó. 
9h: 2ª Abertura com a Diretoria Hospitalar, Diretoria Técnica, Diretoria Assistencial e Coordenação de Farmácia. 
10h15: Coffee break.
10h30: Palestra “Os desafios da OMS para evitar erros de medicação”, com Letyce Santiago.
14h: Palestra “Programa Nacional de Segurança do Paciente: Meta 3 – Melhorar a Segurança na Prescrição, no Uso e na Administração dos Medicamentos”, com Letyce Santiago.
15h30: Apresentação de um case de sucesso.

22/1 (terça-feira):
14h: Palestra “O papel do farmacêutico na cirurgia segura como medida de prevenção de erros de medicamentos”, com Jandevan Pereira da Silva Junior.
17h: Palestra “Reconciliação Medicamentosa”, com Thayse Gomes.

23/1 (quarta-feira):
9h: Palestra sobre a Portaria nº 344/98, com Leonardo Mendes.

24/1 (quinta-feira):
Manhã: Ação educativa nas Unidades de Internação, com Letyce Santiago.

25/1 (sexta-feira):
14h: Palestra “Uso racional de antibióticos”, com Andréa Livia.
16h: Cine Farmácia e encerramento.

Sobre a Unidade – Referência em atendimento de média e alta complexidades, o Hospital Regional do Sudeste do Pará possui 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Abrange uma população superior a 1 milhão de habitantes em 22 municípios paraenses. 

Com perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, a Instituição oferece atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial,Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva adulto, pediátrica e neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia. 

Em 2018, a Unidade realizou 530.302 atendimentos, entre consultas especializadas, exames de imagem e análises clínicas, cirurgias, internações e atendimentos multiprofissionais. 

(Agência Brasil)

Mais

Sintepp anuncia greve na educação de Marabá para esta terça-feira

Sintepp anuncia greve na educação de Marabá para esta terça-feira

Por meio de seu blog na Internet, a Subsede local do Sindicato dos Trabalhadores na Educação (Sintepp) anunciou, nesta segunda-feira,…
Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix

Banco Central abre consultas para saques e trocos via Pix

Até 9 de junho, correntistas e clientes de todo o país poderão apresentar sugestões para que o Banco Central (BC)…
Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

A pandemia da covid-19 consolidou a internet como principal plataforma de entretenimento no Brasil. A rede está repleta de programações…
Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

A Petrobras divulgou hoje (10) que assinou contrato para construção da P-78, sétima unidade a ser instalada no campo de…
79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

79% de mulheres que atuam na música são discriminadas

Pesquisa realizada pela União Brasileira de Compositores (UBC) junto a compositoras, intérpretes, musicistas, produtoras fonográficas e técnicas, não necessariamente associadas…
Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Fiocruz investiga transmissão da covid-19 entre crianças e adultos

Um estudo coordenado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com outras instituições de pesquisa constatou uma transmissão mais frequente…