Correio de Carajás

Hospital de Campanha já pode receber pacientes em Marabá

Autoridades visitam o Hospital de Campanha de Marabá na inauguração bastante restrita
Autoridades visitam o Hospital de Campanha de Marabá na inauguração bastante restrita
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A inauguração do Hospital de Campanha do governo do Estado, em Marabá, nesta terça-feira, 15, chega como um alívio e uma boa notícia no momento em que o número de casos de Covid-19 crescem na região sudeste do Pará.

A cerimônia de entrega teve um fato pitoresco: o governador do Estado, Helder Barbalho, tinha acabado de receber resultado de exame que diagnosticou que ele contraiu o coronavírus. Mesmo assim, Helder fez questão de participar da cerimônia num diálogo com o secretário Regional de Governo, João Chamon, e ainda respondeu a perguntas de jornalistas locais em uma entrevista coletiva por meio de uma videoconferência.

Chamon em contato direto com o governador Helder por videoconferência

O grupo que participou da inauguração foi bastante restrito, com poucos membros da Imprensa e as autoridades a seguir relacionadas. Além de João Chamon, que conduziu a cerimônia em Marabá, também estiveram presentes o gerente do Hospital de Campanha, Kleber Nargere; a coordenadora do 11º Centro Regional de Saúde da SESPA, Etiene Santos; do secretário municipal de Saúde, Luciano Lopes Dias; e o presidente da Câmara Municipal de Marabá, Pedro Corrêa Lima.

Leia mais:

Localizado no Carajás Centro de Convenções, em Marabá, o espaço conta com 120 leitos distribuídos em uma área de 4 mil metros quadrados. A unidade vai poder receber pacientes de 39 municípios das regiões sul e sudeste, que tem uma população estimada em mais 1,5 milhão de pessoas.

O hospital é um dos quatro erguidos pelo Governo em todo o território estadual.  Ao todo, serão disponibilizados 720 leitos para casos leves e moderados de covid-19. O primeiro entregue e já em funcionamento é o de Belém. Nos próximos dias, serão entregues ainda as unidades de Santarém e Breves. Cada leito custará, em média, R$ 5 mil para o Estado. Todo o investimento é custeado com verba do tesouro estadual.

Profissionais do Hospital de Campanha com secretários Chamon, presidente da Câmara e secretário de Saúde de Marabá

Em Marabá, assim como nas outras unidades, o atendimento só ocorrerá por meio de encaminhamento, ou seja, os hospitais de campanha não serão “portas-abertas”. Dependendo dos sintomas, a população deve procurar inicialmente as o SAMU, as Unidades Básicas de Saúde e, se tiverem dificuldades respiratórias, precisam se dirigir à emergência do Hospital Municipal.

A regulação para o Hospital de Campanha seguirá o fluxo normal entre município e estado, passando pelo 11º CRS da Sespa em Marabá, que fará o encaminhamento.

O secretário de Governo, João Chamon, elogiou o governador Helder Barbalho por cumprir sua palavra e em menos de 10 dias e oferecer a estrutura do Hospital de Campanha pronta para atendimento à população desta região. “Temos profissionais qualificados e a resposta que o governo está dando se antecipa ao pico de casos que teremos aqui em nossa região. Esperamos que não seja necessário usarmos todos os 120 leitos, mas caso seja, já estão garantidos”, sustentou.

Kleber Nargere, questionado pela Reportagem do CORREIO, reconhece que teve dificuldades para recrutar os 200 profissionais de saúde porque alguns que entregaram currículo, inicialmente, acabaram desistindo por temor da doença. Todavia, garantiu que todas as vagas já foram preenchidas e que o hospital está funcionando e à disposição da comunidade.

O secretário municipal de Saúde, Luciano Dias, também considerou o hospital uma ferramenta importante disponibilizada pelo governo do Estado, que ajudará, certamente, a desafogar a rede municipal de saúde para casos que necessitem de internação. “Essa estrutura moderna chega numa hora muito importante para todos nós. Claro, não atenderá só pacientes da nossa cidade, mas também não congestionará o HMM”, prevê. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Mais

Projeto que cria linhas de ônibus turísticas em Parauapebas será votado nesta terça (22)

Projeto que cria linhas de ônibus turísticas em Parauapebas será votado nesta terça (22)

Consta na pauta da Sessão Ordinária desta terça-feira (22) da Câmara Municipal de Parauapebas o Projeto de Lei Nº 54…
"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

"Não é sobre partidos", afirma Ivete Sangalo sobre 500 mil mortes; veja outras reações

O Brasil ultrapassou o número de 500 mil mortes por Covid-19 e a cantora Ivete Sangalo compartilhou uma postagem no Instagram lamentado…
Vacina contra covid não tem efeito magnético

Vacina contra covid não tem efeito magnético

INVESTIGADO POR:  VERIFICADO POR: É falso que a vacina contra a covid-19 deixe a pele “magnética”. Ao contrário do que…
Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

Unidades judiciais de Carajás e do Araguaia têm nova etapa de retorno gradual

A presidência do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) estabelece que as unidades administrativas e judiciárias integrantes da Regiões do…
Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Produção de abacaxi e mandioca se destaca na Região do PA Lajedo

Da casa do agricultor Jedeon Miranda de Andrade, 33 anos, à produção de abacaxi, percorremos quase dois quilômetros, passando primeiro…
Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Moradores próximos ao Ramal S11D protestam em ferrovia

Em manifestação pacífica ocorrida neste domingo (20), no quilômetro 18 da Estrada de Ferro Carajás, em trecho do Ramal S11D,…