Peça de picanha daria um belo churrasco, mas deu foi cadeia/ Foto: Divulgação
Ads

Preso na tarde de quinta-feira (18), Klebson de Sá Schlosser, de 35 anos, foi posto em liberdade ontem (19), por meio de Alvará de Soltura, para responder pelo crime de furto. Ele é acusado de tentar surrupiar uma peça de picanha, no valor de R$ 91,87 de um grande supermercado localizado na Folha 29.

Ads

Segundo a Polícia Militar, o caso se registrou por volta das 14h de quinta, quando o acusado foi abordado pelo gerente do supermercado na parte externa da empresa quando tentava ir embora levando a carne sem pagar.

A Polícia Militar foi acionada pelo Núcleo Integrado de Operações Policiais (NIOP). Quando os militares chegaram ao supermercado Klebson já estava dominado. Os PMs tiveram apenas o trabalho de conduzi-lo para ser autuado na 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde passou a noite em uma das celas.

Ontem de manhã, ele foi encaminhado para audiência de custódia, diante do juiz Marcelo Andrei Simão Santos, titular da 2ª Vara Criminal de Marabá. Durante a audiência o magistrado concedeu Alvará de Soltura para que Klebson responda ao crime em liberdade.

Enquanto estiver sob o regime de liberdade provisória, o acusado terá de comparecer aos atos do processo sempre que intimado; precisará de autorização judicial sair da cidade por prazo superior a oito dias; deve ainda manter ocupação lícita; e permanecer em casa das 18h até as 6h.

“Advirto que o descumprimento das condições acima ou nova prisão por delito posterior poderá ensejar a decretação de prisão preventiva nestes autos”, assevera o juiz no trecho final do Alvará de Soltura. (Chagas Filho)

Ads