Correio de Carajás

Homem denuncia ter sido torturado com alicate

Matheus prefere não mostrar o rosto e diz ter procurado a Polícia Civil para se defender

PALMARES I

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Matheus dos Santos Silva, de 24 anos, procurou a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, em Parauapebas, na manhã desta terça-feira (4), para registrar boletim de ocorrência denunciando ter sido torturado por quatro homens na madrugada do último sábado (1º). Ele ainda identificou um dos responsáveis pelo apelido: “Neguinho da Voz”.

Matheus conta que nos primeiros minutos da madrugada Neguinho da Voz bateu à porta da sua casa, no Povoado Serrado do Cedro, afirmando querer tratar sobre um gado que ele pretendia deixar na área de Matheus.

A vítima, entretanto, foi rendida logo após a porta ser aberta. “Me escoraram com espingarda e eu corri para dentro do quarto. Minha esposa entrou na frente pedindo que eles não me matassem”, conta.

Leia mais:

No boletim de ocorrência Matheus conta ter sido amarrado e levado para outra propriedade. Lá teria ocorrido a sessão de tortura.  Conforme ele, teve dedos apertados com um alicate e foi agredido com várias coronhadas no peito e no rosto. Os homens, acrescenta, exigiam que ele se declarasse culpado pelo furto de uma motosserra, algumas galinhas, uma extensão e panelas.

“Estão me acusando de ter roubado na Serra do Cedro. Fiz a ocorrência para a minha proteção e para provar que eu não sou ladrão. Sou trabalhador, sou conhecido em Parauapebas, meu pai trabalha com ferro velho”, diz, informando que possui uma passagem pela delegacia por violência doméstica.

Após as agressões, acrescenta, os homens deixaram as armas na propriedade e o conduziram ainda amarrado até a Palmares I, onde o apresentaram para uma guarnição da Polícia Militar. Os policiais teriam questionado ao grupo onde estariam os objetos furtados, o que não foi respondido. Os militares então desamarraram Matheus e o liberaram.

A esposa da vítima, grávida de dois meses, acabou passando mal e no dia seguinte sofreu um aborto instantâneo, precisando ser internada. Conforme Matheus, ela recebeu alta apenas nesta segunda (3), portanto ele só conseguiu procurar a Polícia Civil nesta quarta.

Matheus mostrou à Reportagem marcas que teriam sido deixadas pelas cordas que o amarraram. O Portal foi até a Palmares I procurar o homem identificado como “Neguinho da Voz”, mas não conseguiu localizá-lo. Alguns conhecidos dele informaram que ele havia saído para uma roça. (Luciana Marschall – com informações de Ronaldo Modesto)

Mais

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…
Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

Briga de casal resulta em morte de homem na zona rural de Anapu

A Vila Acrolina, zona rural do município de Anapu, na região Sudoeste do Pará, registrou um crime de masculinicídio na…
Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Dupla furta peças de caminhão avaliadas em R$ 120 mil

Foram presos na manhã desta quinta-feira (13), em Parauapebas, Bismarck da Conceição Cristino e Leandro Santos Cabral pelo furto de…
Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

Servidor é executado em caçamba da Prefeitura de Abel Figueiredo

A Polícia Civil investiga os motivos que levaram à execução do servidor da Prefeitura de Abel Figueiredo, Eduardo de Souza…
Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos de Redenção é preso no Piauí

Foragido há 22 anos, o paraense José Luiz Maciel de Sousa, um dos presos da operação ‘Ação Integrada’, deflagrada nesta…